web analytics

Quando surge uma nova tecnologia que precise de texto literário como conteúdo, lá está Jane!  Vocês dirão: ah! mas é porque Jane Austen está no domínio público. Certamente, e muitos outros que são utilizados também, mas o que percebo é que ela é mencionada primeiro.

Jane Austen, como já comentei aqui no blog, é uma ótima vendedora e acredito que ficaria orgulhosa se soubesse, não só pela vendas mas por sua obra não envelhecer.

Fiz uma lista, certamente incompleta, pois sempre está surgindo algo novo:

  • Jane Austen para celulares e similares, apenas um exemplo

Consigo até imaginá-la como garota propaganda de famosa marca de tênis por ser uma grande andarilha, assim como Elizabeth Bennet. E para finalizar um café**. Sim, ela vende também…

Joseph Fiennes lendo parte do capítulo 48 de Sense and Sensibility
Clique na imagem para assistir no vídeo no Carte Noire

* A pressa é tanta em alguns casos que ontem tuitei este Northanger Park!

** “Café com Jane Austen” (Pride and PrejudicePersuasion).

Visits: 54

Artigos recomendados

3 comentários

  1. Jane e sua obra sempre marcando presença nas novidades tecnológicas. E o melhor de tudo é que isso só tende a se expandir cada vez mais.
    Raquel, os seus seguidores devem ter pensado que “Northanger Park” era uma mistura das duas obras. Aliás, de vez em quando fico imaginando coisas desse tipo: misturas entre os enredos e personagens dos livros, continuações após o “fim” das obras de Jane, etc. Até que seria interessante, apesar de ser puro devaneio.

    1. Júnior,

      essas misturas bem feitas ficam maravilhosas. Você já viu no AustenBlog, The League of Austen’s Extraordinary Gentlemen? A história é a seguinte: os heróis dos livros de Jane se unem para defender a escritora contra zumbis, lobisomens, monstros marinhos, múmias e o que mais for. Está simplesmente, maravilhoso! Já tem 5 partes.

Comentários estão encerrado.