web analytics
FILMES & SÉRIES

As mãos de Matthew Macfadyen

Vocês lembram do close na mão direita de Matthew MacFadyen (Mr. Darcy) após ajudar Keira Knightley (Elizabeth Bennet) subir na carruagem, em Orgulho e preconceito de 2005? Eu gostei particularmente dessa cena e na minha opinião transmitiu muito bem os sentimentos de Mr. Darcy. Abaixo capturas de tela desse momento.

pp2005hand_1 pp2005hand_2

Vagando pelo Youtube encontrei partes de Little Dorrit (BBC, 2008) onde Macfadyen faz o papel de Arthur Clennaman. Qual não é  minha surpresa quando vejo um close nas mãos do ator Macfadyen antes de fazer um pedido de casamento. Sempre achei que o grande fetiche de Macfadyen fosse sua voz, mas pelo visto suas mãsos fizeram sucesso também e será algo similar a notória camisa molhada de Colin Firth, sobre a qual certamente voltarei a escrever.

Com vocês vídeo do YouTube e a captura de tela caso o vídeo seja retirado do ar.

  • Little Dorrit de Charles Dickens: texto no Project Gutenberg e  mini-série da BBC, 2008.
Facebook Comments Box

48 Comentários

  • Nique

    Ah eu também absolutamente adoro esta cena do filme. Little Dorrit foi o primeiro livro de Dickens que eu li e não sei se por isso o que eu gosto mais, e a minisserie também é adoravel, e a voz de Matthew macfadyen aiaia asssitir O&P dublado é quase um crime,ah mais um comercial que ele narra, que voz…
    http://www.youtube.com/watch?v=rnsfH8fmBGY
    alguém comentou “Matthew…Your voice has bewitched me my body and my soul!!! ”
    LOL
    Mas não havia reparado no detalhe da mão do Mr. Clenman…

  • Chica

    Nossa nossa nossa Raquel! Sabe que essa é uma das minhas partes preferidas do filme. É tão sutil, mas diz tanto né? Ahh Darcy!!!

  • Patricia

    Tenho a versão de Orgulho e Preconceito com Colin Firth mas sinceramente a versão para o cinema de 2005 é simplesmente perfeita. E Matthew Macfadyen é simplesmente lindo com sua voz grave e profunda, os olhos maravilhosos e o sorriso mais doce que já vi. Ele simplesmente faz com que qualquer mulher queira um Mr. Darcy. Nunca vi um homem declarar amor com tanta emoção. Não é à toa que ele é frequentemente convidado para recitar poemas de grandes autores.
    E concordo que as mãos dele também são muito expressivas. Outro grande momento onde elas se destacam é quando ele visita Elizabeth na casa dos Collins. Ele entra esbaforido com as luvas nas mãos inquietas. É sua primeira tentativa de pedí-la em casamento mas ele não consegue. Simplesmente lindo!

  • Patricia

    Eu assisti a série de Orgulho e Preconceito e sinceramente prefiro a versão para o cinema de 2005. Na minha opinião Matthew Macfadyen foi um Mr. Darcy maravilhoso daqueles que faz você suspirar e dizer: Eu quero pra mim!
    Mas eu creio que o maior atrativo dele é a sua voz excepcionalmente linda, grave e profunda e ele sabe como usar as palavras. Tanto é que ele é convidado constantemente para recitar poemas e sonetos. As declarações de amor de Mr. Darcy para Elizabeth são as coisas mais lindas que já vi na vida. Isso sem contar aqueles olhos azuis divinos e aquele sorriso de derreter geleiras.
    Mas concordo plenamente que as mãos dele são muito expressivas. Um outro momento lindo do filme onde podemos vê-las “em ação” é quando Mr. Darcy visita Lizzie na casa dos Collins. Ele entra tão esbaforido que mal consegue segurar as luvas. É a primeira vez que ele tenta pedí-la em casamento mas não consegue. Ele é fofo demais!

  • Rebeca

    esta cena é linda. tão sutil e pungente ao mesmo tempo. e realmente as mãos dele são bonitas…não tinha reparado nesse detalhe!
    bjos,
    rebeca

    • Raquel

      Rebeca,
      eu percebi e gostei da cena em PP 2005, a surpresa ficou por conta de Little Dorrit.

  • Gisele

    Raquel, sou meio suspeita para falar sobre esse assunto, pq sou super fã do Matthew e já vi além dos dois mencionados, vários outros trabalhos dele.
    E sim, por vezes há esse foco nas mãos, acredito que pq o próprio autor as utiliza muito como forma de expressão em seus trabalhos.
    Já ouvo tantas besteiras sobre a interpretação dele, que nem vale mencionar, acredito que eu tenha um outro tipo de sensibilidade pq só consigo ver sutilezas em sua interpretação o que me leva a crer que é melhor ator do que a maioria consegue perceber, pois passa a emoção sem alarde, através de pequenos gestos, olhares, a forma de falar, enfim.
    E numa entrevista ele mesmo disse que deu ao Darcy esse mexer de mãos, como um tique qdo está nervoso, repare na cena em que ele visita Lizzie na casa de Mr.Collins no que seria sua tentativa de propor casamento, como ele brinca com suas luvas, quase que compulsivamente.
    Ah, e vale ver sua interpretação no filme (esse não de época) In my fahter’s den ou Um refúgio no passado na tradução para o Brasil.
    Aguardo ansiosamente os outros posts sobre o assunto, rs
    Bjos

    • Raquel

      Gisele,
      se você gosta da atuação de MM, procure no YouTube, por secret life. O tema é pesado, a atuação dele é muito boa.

  • Vanessa Rodrigues

    Também gostei muito dessa cena da mão. Acho que foi uma ótima maneira de expressar o que ele sentia na hora. Mas sou suspeita pra falar, eu adoro o MM!

  • Nina Vieira

    Na época da Jane, quando um homem apertava a mão de uma mulher, era porque certamente ele queria cortejá-la. É uma verdade universal…

  • Ise Nishi

    Adorei esse post.. Eu gosto muito dessa cena, um detalhe tão pequeno, mas tão marcante! *-*

    E que mãos grandes, ai jesus.. *suspira de novo*

  • Elaine Dashwood

    É curioso como esse gesto das mãos me levou a duas interpretações completamente diferentes. Da primeira vez que vi o filme, considerei um gesto de “nojinho”, porque as mãos de ambos estavam sem luvas: ela é de condição social inferior, ele é orgulhoso, etc. Depois, pensei que poderia ser a eletricidade do toque entre os dois percorrendo pela mão dele.

  • Nina Vieira

    (eu tinha comentado antes, mas acho que não saiu)

    Na época da Jane, era sinal de cortejo quando um homem tocava a mão de uma senhorita. Foi um gesto muito notável no O&P da versão de 2005. A única coisa que me irrita nesse Darcy é o nariz dele…

  • Gisele Cano

    Oi raquel,
    fiz um comentário a este post na semana passada, vc recebeu?

  • Solange

    Estou atrasada no comentário porque estive viajando e só agora voltei ao blog da comadre Raquel! Mas não poderia deixar de postar meu comentário sobre essa cena:

    É a minha preferida!!!! É demais!!!

    Bjs a todos!

  • Mirian

    Concordo plenamente com você. Uma dica que vi e achei maravilhoso foi assistir ao filme com os comentários do diretor, faz tanto termos noção de como é difícil fazer um filme de um livro, como também observar detalhes que não percebemos, sutilezas que acabam passando despercebidas, mas que são bem interessantes.
    Abraços.

  • Ivy

    Sou uma fã do Matthew MacFadyen. Orgulho e Preconceito de 2005 é perfeito, é lindo é uma obra prima com certeza. Na minha opinião os dois atores Keira e Matthew estavam soberbos!!! Ficou difícil separar a ficção da realidade, de tão romantico e tão entrosado que os dois jovens estavam!!! Eles fizeram uma belíssima historia de amor!! E ainda houve o magnifico cast de atores que tambem estavam trabalhando com o coração, Sutherland, Blenda, Tom Hollander e as meninas Bennett. Fiquei triste porque acho que o Matthew e a Keira deviam ter recebido um Oscar pelas atuações brilhantes. Pride and Prejudice forever!!!!

  • Reda

    Oi Raquel, é a primeira vez que estou visitando seu blog e estou AMANDO. Talvez haja outro tópico melhor, mas ainda nao tive tempo de ler todo o seu site. Desta maneira, farei aqui meu comment sobre o Mr. Darcy – 2005.
    Na primeira vez q assisti ao filme, achei q houve uma péssima escolha para o Mr Darcy. Que homem (de olhos azuis de tirar o fôlego) mais inexpressivo??? E essa cena da mão, que forçação de barra para mostrar o “preconceito” dele?!?! Após assistir a um milhao de vezes ao filme (comprei o DVD há pouco tempo – e já assisti diversas vezes), percebi que o personagem deve ser interpretado sem expressao devido às formalidades da época e, sem duvida pela timidez do Mr. Darcy. Ao contrario de muitas, minha cena preferida nao é essa, e sim a cena em que ele sorri, naturalmente, à vontade em apresentar a mulher que ama à sua irmã. É ai que fica clara a ótima interpretação de Matthew Macfadyen… sem duvida, de arrancar suspiros. Só tenho uma pergunta: Em que momento ele se apaixona por ela?

    • Raquel

      Olá, Reda

      já respondi vários comentários sobre P&P 2005, mas ainda devo um post sobre o filme propriamente dito. Na minha opinião, Mr. Darcy vai gostando de Elizabeth aos poucos até ele perceber que passou a amá-la, quando se declara pela primeira vez – e aqui esqueça o filme, principalmente esta versão de 2005. Só no livro para sabermos como se desenrola toda a história!

  • Suely

    Confesso a vcs que não conhecia este maravilhoso ator, mais quando vi esse filme a primeira vez, ah virei fã nº 1 desse homem maravilhoso, que bela voz e olhos maravilhosos e me apaixonei.
    Sim a cena das mãos é simplesmente notável e cheia de sutileza, quando vi essa cena eu também havia percebido que ela diz muito mais do que podiamos perceber, adoro este filme, simplesmente ja vi mais de 10 vezes rsssssssss.
    trilha sonora maravilhosa.
    Eu quero um Mr. Darcy para mim também.

  • Suely

    Bem, Raquel,gostaria que me tirasse uma duvida, o filme que eu tenho, não termina na cena deles (darcy e Lizzie na casa dele e com o beijos deles?)o meu acaba quando o pai da o seu consentimento para ela e ela diz que amao Darcy, so vi este final deles se beijando no youtube, afinal, qual é ofinal do filme?
    rssssssss
    mais mesmo assim amo esse Sr. Darcy, mais uma apaixonada RSSSSSSSS. ah que vozzzzzzzzze que lindos olhos. ahhhhhhhhhhhhh

    • Raquel

      Suely,
      eu tenho o DVD que termina com pai também. Essa versão que você viu, creio eu foi feita para os Estados Unidos.

  • Suely

    Querida Rachel
    ah , eu não sabia que existia essa versão americana, mais como posso conseguir essa versão?, voce viu? eu vi no youtube e achei linda, eles simplesmente mostram um final maravilhoso , também.

    • Raquel

      Suely,
      você tente comprar na Amazon e apenas certifique-se com o vendedor se o final é o que você deseja.

  • Suely

    Oi Raquel
    Obrigado pela sua ajuda, mais gostaria que dissesse-me o que é AMAZON? é uma livraria? bem acho que aqui em Belém do Pará não temos , mais se vc souber se existe um site onde eu possa comprar esse dvd, bem ficaria imensamente grata.
    um abraço

    • Raquel

      Suely
      a Amazon é um site em inglês que vende livros e filmes: amazon.com e onde acha-se uma porção de coisas que não conseguimos no Brasil, como exemplo, essa versão americana de Orgulho e preconceito. Boa sorte em sua procura!

  • suely

    Ola Raquel
    obrigado meu anjo pela ajuda, bem não conhecia esse site, irei acessar e espero encontrar esse filme com o outro final.
    obrigado mais uma vez pela ajuda
    um abraço

  • Sandra

    Se ainda tiverem interesse, pois a última postagem tem mais de um ano.. A cena do beijo entre Lizzy e Darcy se encontra nos extrs do filme em DVD!!Não precisa comprar nenhuma edição especial!!! Na produzida pelo estúdio UNIVERSAL vem nos extras!! Para assisti-la com legenda em português, basta colocar o filme inicialmente em inglês, e ir para os extras que a cena “Alternativ ends” irá aparecer com legendas em português.. é a cena mais romantica do filme… Amo de paixão!!!
    Assistam!!!

  • Nadja Márcia das Neves

    As mãos são lindas, os olhos são maravilhosos, o sorriso, que sorriso, o porte elegante,a boca linda e a voz, o que é isssssso gente?! Que homem bonito e talentoso!!

  • Nadja Márcia das Neves

    OK! Que ator talentoso!!!
    Fui vetada em minhas considerações…

    • Raquel

      Nadja,

      os comentários são todos moderados e você não foi vetada. O rapaz é realmente muito bonito e talentoso. Este final de semana publicarei uma foto recente dele.

  • Bruna

    Confesso que até assistir o filme (2005), eu nem sabia quem era Jane Austen mas depois de ver o filme eu quis muito ler o livro e li pois havia muita coisa que eu não havia entendido!

    O ator MM é realmente esplendido! Ele atua muito bem e sabe transmitir sentimentos de forma muito sutil!

    A cena das mãos é realmente genial pq as pessoas pouco reparam nessas sutilezas!
    Não quero ser metida mas reparei de cara que se tratava da sensação eletrizante que percorria a mão dele!

    Mas o filme tem outras coisas muito sutis tambem!
    Se prestarem atenção nos sons de fundo irão perceber muita coisa!
    Mas as mãos são realmente sensuais eu diria! A cene que ele entra esbaforido na casa dos Collins e tenta pela 1ª vez pedi-la em casamento é linda!
    eu olhei tudo desde a expressão facial, onde ele estava apaixonante e as mãos! eu prestei atenção nas mãos quase o filme todo!

    Na cena que ele esta escrevendo a carta tambem tem muita expressividade, principalmente quando a Srta. Bingley o pergunta quais seriam as razaões que ele aponta para não acompanha-las, era óbivio que na minha opinião: 1º Ela queria chamar a atenção dele de qualquer jeito e por isso apelou por chamar a Elizabeth ( só se consta isso lendo o livro)
    e 2º Que ela queria comparar a sua beleza e elegância com a de Lizzy numa tentativa desesperada de deprecia-la e em ambas ele não tinha a menor intenção de atende-la.
    Tirei essa conclusão por causa do assunto que ele discutiam no momento!
    Mas o melhor de tudo voltando ao que eu estava falando, é que na interpretação ele antes de responder ele para de escrever ( o que já não estava fazendo mesmo pois estava mais atento na Lizzy! =), bate os dedos na mesa com que um tique, toma um pouco de ar e ai se pondo frio responde. Para mim ficou claro que nessa hora ele pensou rápido e inventou um resposta muito boa se baseando claro no que ele já havia percebido!
    Mas eu poderia ficar aqui falando de um monte de detalhes que reparei no filme! que dão até a graça dele mas minha cena favorita é quando ele tá encima do cavalo e se endireita! e depois vai embora!
    Céus! como ele estava lindo! Maravilhoso! era de perder o folego!
    Se Jane Austen tivesse imaginado um Sr. Darcy como o que feito pelo MM, ouso dizer que certamente a Elizabeth não teria recusado seu primeiro pedido de casamento!
    Porque tenho que confessar que esse Darcy é tão lindo que mal reparei que ele era meio arrogante e mal-humorado, o tirei por tímido só depois da 5ª ou 6ª vez que ví o filme reparei nisso!

    Aiaiaiai mas ele é lindo, é lindo e lindo!
    Os olhares dele com aqueles olhos azuis tão expressivos era tudo! Me apaixonei pelo Sr. Darcy!

  • Alessandra Diniz Azevedo

    Olá pessoal,aqui em manaus já procurei este filme Little Dorrit mas não encontro.Quando vi pela 1º vez orgulho e perconceito fiquei IMPACTADA com a atuação deste ator e logo procurei saber outros filmes com ele

    • Raquel Sallaberry

      Alessandra,

      eu acho que Little Dorrit ainda não chegou no Brasil.

  • Ana Lago

    Nada como um toque tão especial,quando é com carinho,amor,sendo assim…nas mão ou no olhar.

  • Marina

    Raquel, Raquel… esse tópicos..rs! Este aqui está indo ao 45º post neste exato momento. rsrsrs! Se há algo que eu admirei em Matthew Macfadyen foi a SUTILEZA. Ele não precisa exagerar, florear muito suas atuações. E ele sabe utilizar MUITO BEM três itens de sua bela figura : voz, mãos e olhos. E acrescentaria o porte, a altura com elas. No entendimento dele sobre Mr. Darcy, havia uma timidez ou falta de tato com as pessoas mascarada pela polidez e boa educação (as quais ele valorizava muito e o tornava orgulhoso aos olhos dos outros). Já Colin Firtsh preferiu dar vazão à uma certa arrogância de seu Darcy, que vai se desfazendo à medida que o amor por Lizzye surge. O fato de MM ter captado essa noção do personagem acho que acabou humanizando mais o Sr. Darcy (e encantando geral!). O Sr. Darcy visto em 2005 mascarava seu ser por medo talvés de ser atingido, como fora no passado (lembrando da situação com Wickham), e este ponto, nas mãos (literalmente por sinal) de MM foi prato cheio p/fazer meio mundo feminino de Jane Austen ficar babando rsrsrs!

  • Amanda

    nossa eu simplesmente adoro essa cena que embutida em todo o contexto da trama de uma forma sutil diz tanta coisa… suspiros!!
    Sem dúvida alguma MM é um dos melhores atores britânicos e “põe no chinelo” muito ‘galansinho” estadunidense.
    Descobri JANE AUSTEN por acaso: eu estava pesquisando sobre o novo filme dos três mosqueteiros pois gosto muito de ler Alexandre Dumas, POR MAIS QUE OS TRÊS MOSQUETEIROS DE 2011 me tenha decepcionado muito me interessei pelo ator que interpretava Atos (MM) então fui pesquisar sobre e cheguei no filme orgulho e preconceito 2005 e como eu logo soube que existia o livro de P&P comprei o livro antes de comprar o filme (poi um filme nunca supera um livro) li o livro loucamente e simplesmente o achei brilhante, depois vi o filme e achei uma ótima adaptação! Com certeza não existiria outro ator que ficasse melhor interpretando Mr. Darcy. E as mão… os olhos… a voz ele é praticamente perfeito aparentemente nunca vou cansar de ler e ver orgulhos e preconceito! Estou extasiado com Mr. Darcy!

  • Renata Karlburger

    Meninas, tenho duas versões de Orgulho e Preconceito ( para a televisão e 2005). Amo todas. Foi surpresa pra mim que existe uma versão americana.

    Mas falando dos detalhes do filme, amo o sorriso que ele dá, naturalmente, quando apresenta Elizabeth para Irma Giorgiana. É de tirar o fôlego.

  • Ana Júlia

    Realmente as mãos são “personagens” importantes na história! Além da cena acima e de outras também, citadas nos comentários, em que as mãos estão inquietas, desconfortáveis, à procura do tato, no final, quando Mr. Darcy é aceito, Elizabeth segura sua mão e diz a frase que todas nós conhecemos: “your hands are cold” ou “suas mãos estão frias”. Depois Elizabeth beija a mão dele e eles se aproximam, simbolizando a retribuição, o aconchego, a aceitação do amor, ou seja, o final feliz, em todos os aspectos!