web analytics

Mês passado, no  Jane Austen’s World, Vic Sanborn escreveu sobre seu exemplar de Pride and Prejudice ilustrado por Helen Sewell, uma edição de 1940 da Heritage Press.

Observando suas imagens percebi dois detalhes. O primeiro que as ilustrações, também de Helen do meu exemplar de Sense and Sensibility de 1957, talvez pelo decorrer dos anos, parecem um estilo mais moderno do que os de Pride and Prejudice. Para ler o texto de Vic e comparar as imagens vejam o post: “Pride and Prejudice Celebration: Helen Sewell’s illustrations“.

O segundo detalhe é sobre a imagem de Mrs. Bennet com os braços para levantados, provavelmente tendo uma de suas crises nervosas, que me remeteu a mais de uma imagem em Sense and Sensibility, como você poderão apreciar abaixo.

A primeira das imagens é a senhora Palmer rindo a sem o menor propósito de seu marido o senhor Palmer que tenta ler o jornal independente da estridência da esposa.

ss_helen_sewell_1

Depois temos duas imagens de Marianne: a primeira ao fundo quando se desespera ao ser desprezada por Willoughby no baile em Londres e mais tarde quase de luto por esse infeliz acontecimento, no melhor estilo “meu mundo caiu”.

ss_helen_sewell_2

E continuamos com Marianne, agora atirada na cama depois de ter recebido de volta toda sua correspondência amorosa pondo um fim a qualquer esperança que pudesse ter em relação ao sacripanta do Willoughby.

ss_helen_sewell_3

Encerro com Fanny Dashwood levantado os braços enfurecida ao descobrir que a ardilosa Lucy Steel está namorando seu irmão, Edward Ferrars.
ss_helen_sewell_4

Decididamente Helen Sewell gostava de representar mulheres exageradas, alegres, tristes ou furiosas, com os braços para cima.

Minha edição da Heritage Press de 1957 com ilustrações de Helen Sewell e prefácio de Stella Gibbons, autora do conhecido Cold Comfort Farm, está consercadíssima. posso dizer que foi um dos livros antigos em melhor estado que comprei.

ss_helen_sewell

Views: 67

Artigos recomendados

10 comentários

  1. Achei as ilustraçoes uma graça… mesmo antes de ler já identifiquei todas as cenas… achei a da senhora Palmer a mais engraçada! =)

  2. Com certeza!… vc viu a expressão dele ao ler o jornal…kkk!
    Mas eles se amam, não tenho duvida. Eles são a prova de que os opostos se atraem…rsrs!

    1. Nanda,

      fiquei pensando se o casal Palmer seria no futuro um casal Bennet… Se que bem o senhor Palmer é muito rabugento e não tem a ironia do senhor Bennet…

      1. Se acredita que também já pensei isso Raquel? Setá o Sr e a Sra Palmer o futuro casal Bennet? Ele é quieto e no canto dele, sempre lendo alguma coisa, e ela casando os outros e provavelmente no futuro casando seus filhos… kk

      2. Leticia,

        será que Mr. Palmer com o tempo seria menos irritado? Essa é minha dúvida, pois Mr. Bennet é leve com sua ironia.

  3. Olhando rapidamente a primeira imagem, pensei que o Sr. Palmer fosse o Frankenstein! Mas as ilustrações são uma graça, originais e divertidas!

Deixe uma resposta