web analytics

A esperada edição ilustrada de Razão e sentimento publicada pela editora Nova Fronteira em comemoração do bicentenário de Sense and Sensibility chegou e compartilho com vocês algumas imagens. O projeto gráfico do livro, que está muito elegante, é de Leandro  B. Liporage.

Iniciamos com a beleza discreta da capa e das guardas em papel floral e a bela fonte caligráfica Jellika em azul turquesa do título. Tive a grata surpresa de ver o nome de quem traduziu na primeira capa, algo raro nas edições brasileiras e que considero essencial.

No miolo temos a tipografia clássica com a fonte Bembo e delicada numeração de páginas. Sem esquecer as margens generosas, um luxo e uma raridade!

As ilustrações são de Hugh Thomson e seguem a ordem proposta  na digitalização do projeto Gutenberg, da edição de 1902 da Macmillan and Co. Sobre estas ilustrações vocês podem ler (em inglês) ótima análise feitas por Julie Wakefield em seu blog, o Austenonly.

No final do livro tem uma coleção de capas de Razão e sentimento pelo mundo. Uma festa para colecionadores!

As minhas fotos não fazem jus ao livro mas já servem para vocês terem uma leve idéia do conjunto da obra. No próximo post falarei sobre a parte textual.

* A versão adaptada por Lidia Cavalcante-Luther para o publico infanto-juvenil com título de Razão e sensibilidade foi ilustrada por Claudia Ramos.

 

Views: 345

Artigos recomendados

19 comentários

    1. Fernanda,

      concordo contigo. Esta edição é de primeira necessidade!

  1. Obrigada Raquel. Achei lindooo!Vou procurar nas livrarias para comprar.

  2. Linda edição. As margens das páginas são mesmo bastante generosas. Todas as vezes que lançam uma nova edição no mercado digo que vou comprá-la logo e acabo não cumprindo à risca, mas desta vez é sério… Vou comprar esta o mais breve possível. rs

    1. Júnior,

      boas edições valem ter na estante. Amanhã falarei dos textos e creio que você ficará mais tentado…

  3. Nossa! Eu realmente fiquei sem palavras! A edição está linda e delicada, fazendo jus ao título. É um espetáculo aos olhos!
    Eu preciso dessa edição…só de imaginar uma seção com as capas pelo mundo…é uma viagem deliciosa!

    Conheci o site a pouco tempo quando tentava encontrar algo interessante sobre nossa querida Jane Austen! E agora…estou sempre por aqui!

  4. Editoração e tipografia fazem parte de uma ciência tão bonita… Acho até que devia fazer parte, em algum momento, da educação formal. Rudimentos para crianças/jovens de como editar, escolher fontes, ilustrações, elementos gráficos, como se monta um livro… até a importância do espaço em branco, coisa que muita gente se esquece até em sites, onde não é necessário economizar espaço…

    E os charmes, de que graças a Deus a indústria editorial voltou a lançar mão. Recuperar antigos estilos, e tal. Tem uma edição de O&P, inglesa, se não me engano, que traz o corte das páginas como se fosse de antigas brochuras, dessas que se compravam para posterior encadernação particular. O máximo, não?

    1. Leticia,

      você sabe que tenho um fraco por tipografia e concordo com você um pouco de design na educação das pessoas faria um mundo menos feio.

  5. Acabei de comprar a minha, junto com “Persuasão”, “Lady Susan”, “Jack e Alice” e “Park Mansfield”… Eu sou uma Janeite feliz… Finalmente os seis na estante! Raquel você sabe me dizer se encontro a Juvenília em português de Portugal, além das cartas de Austen? Vou a Lisboa mês que vem e gostaria de acabar de ler a obra completa ainda este ano para, quem sabe, escrever algum artigo sobre ela!
    Grata pela ajuda… O blog está cada vez mais lindo!
    Beijo, Luiza.

  6. Pelas imagens, a edição parece um primor.
    Gostaria muito de ler novamente pois a que li era uma tradução muito antiga.
    abs

Comentários estão encerrado.