web analytics

Este exemplar de Razão e sentimento, ganhei da amiga Leticia logo que iniciei o Jane Austen em Português. Como vocês podem ver está um bocado amarfanhado de tanto que tenho consultado!

Razão e sentimento foi o título escolhido por Ivo Barroso, tradutor desta edição publicada pela editora Nova Fronteira. Vamos então ao primeiro parágrafo.

Há muitos anos que a família Dashwood vivia em Sussex. Suas terras eram extensas e a mansão de Norland Park ficava no meio da propriedade, onde, por muitas gerações, levaram uma existência tão digna que era natural granjeassem excelente conceito em toda vizinhança. O antigo proprietário dessas terras, um solteirão que viveu até avançada idade, teve, por longos e longos anos, a desvelada companhia da irmã, que sempre administrou a casa. Mas ao morrer esta, dez anos antes de ele próprio vir a falecer, uma grande modificação verificou-se ali: para preencher a falta da irmã, convidou a morar em sua companhia a família de seu sobrinho, Henry Dashwood, o herdeiro natural da propriedade de Norland Park, e a quem de fato pretendia legá-la. Em companhia do sobrinho, sua mulher e os filhos do casal, o velho solteirão teve conforto no seu fim de vida. Seu afeto por eles só tendia a crescer. A atenção constante que o senhor e a senhora Dashwood davam aos seus mínimos desejos, por força não de mero interesse mas da bondade de seu espírito, proporcionando-lhe todas as formas de conforto a que sua velhice podia aspirar; e a alegria das crianças acrescentou um suave sabor à sua existência.
TRAD: Ivo Barroso

Views: 91

Artigos recomendados