web analytics
Emma,  LIVROS JANE AUSTEN,  MISCELÂNEA

Dia das Mães – Maio de 2012

Foi muito interessante a escolha para a mãe deste mês de maio de 2012. As duas mais votadas foram Lady Russel e Miss Taylor que fizeram o papel de mães adotivas ao proteger e orientar nossas heroínas, Anne Elliot e Emma Woodhouse, respectivamente.

Por um ponto venceu Miss Taylor ou senhora Weston pois já no primeiro capítulo quando a conhecemos ela acaba de se casar com o senhor Weston e deixando evidentemente o emprego de governanta nas casa dos Woodhouse.

Miss Taylor cuidou de Emma por dezesseis anos e de sua irmã Isabella por menos tempo, pois no início do romance esta última já estava casada e com cinco filhos.

A verdade é que Miss Tayloe era mais uma companheira e amiga do que um mãe para Emma, o que era compreensível pois ela era a governanta, bem diferente da posição de Lady Russel em Persuasão, que era amiga da família e madrinha de Anne.

Nessa posição de amigo da família e com mais firmeza para dizer verdades para Emma temos Mr. Knightley. E neste ponto descobrimos que, mesmo não tendo autoridade de mãe sobre Emma, Miss Taylor a defendia como uma mãe e enfrentava o senhor Knightley como no caso da amizade entre Emma e Harriet Smith que ele considerava que não seria boa coisa para ambas.

— O senhor me surpreende ! Emma só pode fazer bem a Harriet; e por constituir para ela um novo objeto de interesse, supõe-se que Harriet possa causar um grande bem a Emma. Tenho observado essa amizade com a maior satisfação. Como pensamos diferente! Não achar que farão bem uma à outra! Certamente este será o começo de mais uma de nossas discussões a propósito de Emma, sr. Knightley.
Emma, capítulo 5, tradução de Ivo Barroso

Muito civilizadamente a discussão continua e podemos ver a senhora Weston defender Emma com todo o ardor de uma mãe, donde concluo que ela merece a homenagem pois ela própria torna-se mãe ao final do livro.

E na pessoa de Miss Taylor e de  todas governantas, babás e empregadas que até os dias de hoje cuidam dos filhos alheios, pelos mais variados motivos, deixo o meu Feliz Dia das Mães!

Facebook Comments

2 Comentários

  • Liz Dias

    Olá, Raquel! Um Feliz dia das Mães a você também! Já tive a oportunidade de ser babá involuntariamente, como uma “ajuda”, mas com o tempo me tornei muito importante na vida das crianças e elas na minha! Por isso a minha mãe adotiva favorita é a Miss Taylor! Durante minha leitura, muitas vezes me vi em seu lugar e muitas vezes desejei ser como ela! Beijos!