web analytics
LIVROS JANE AUSTEN

Celina Portocarrero

Celina Portocarrero, como todos que frequentam este blog sabem, traduziu Orgulho e preconceito para editora L&PM. Esta semana, quando procurava na rede, não um currículo, mas algumas palavras sobre Celina para colocar aqui no Jane Austen em português, encontrei este “conciso currículo”,

Traduzo por profissão
Fotografo por enleio
Se pinto é por devaneio
Escrevo por precisão

Pois é, Celina escreve poesia! Suas poesias estão no livro Retro-Retratos e aqui.

Ontem, conversando com Celina sobre traduções em geral, e Jane Austen em particular, aprendi tanta coisa* e dei tanta risada que estou leve para este final de semana que será de muito trabalho. Muito obrigada, Celina!

Reproduzo aqui (com a devida autorização) um comentário de Celina sobre tradução: “procuro sempre as melhores soluções no meu ponto de vista e respeito sempre a opinião dos outros”. Estas palavras nos colocam em contato com a profissional conceituada e tradutora de nosso amado Orgulho e preconceito e muitos outros livros**, dentre eles, Um amor de Swan, de Marcel Proust (“Prêmio Açorianos de Literatura, categoria Tradução de Língua Francesa, 2007).

retro_retratos

  • * Os originais nunca envelhecem, as traduções sim.
  • ** Conversei tanto que acabei esquecendo de apanhar o currículo… desculpe! Um dia ainda fecho esta minha matraca e me concentro…
Facebook Comments Box

4 Comentários

  • Leticia

    Admiro e dou graças a Deus quando “encontro” profissionais no meio editorial. Um, porque seus textos me dão enorme prazer, no trabalho e na leitura de lazer. Dois, porque estão cada vez mais difíceis de achar.

    Cada vez mais a produção editorial está recheada de colaboradores que traduzem e revisam por hobby, pra descolar uma graninha nas horas vagas.

    O que é uma lástima.

    Para os leitores, em primeiro lugar.

    • Raquel

      Leticia,
      está cada vez mais comum encontrar textos que simplesmente não dá para ler. Você não acredita que alguém possa ter escrito semelhante coisa…

  • denise bottmann

    que legal, raquel! de fato, além de tradutora consagrada, celina é uma de nossas vozes poéticas mais expressivas, aliás hoje apresentando seu discurso de posse no PEN Club.

    que bom, fico feliz que voltem a ser grandes nomes a traduzir a grande literatura.

    • Raquel

      Denise,
      eu não sabia sobre Celina e poesia. Até procurar o currículo…
      Sim, é muito bom ter traduções de verdade!