A Abadia de Northanger – 2007

  • Northanger Abbey | 2007 | UK
    Granada Television /ITV Productions/WGBH
    Direção de Jon Jones
    Adaptação de Andrew Davies
  • Catherine Morland: Felicity Jones
    Henry Tilney: JJ Feild  aka, John Joseph Feild
  • IMDb
    Local de filmagem
    Northanger Abbey | Lismore Castle, Ireland

Henry e Catherine, Abadia de Northanger, 2007

Captura de tela, minha.

12 thoughts on “A Abadia de Northanger – 2007

  1. Assisti a essa versão de 2007.
    Não conhecia a estória, não li o livro ainda, que com certeza deve ser melhor. Sinceramente achei o enredo meio fantasioso e no final parece que tentaram apressar o filme e por isso ficou um pouco sem sentido.
    O trunfo do filme (na minha humilde opinião) foi que Henry, em alguns momentos consegue nos “enganar”, sua conduta oscila entre um bom moço e um safado (que me lembou um tal George Wickhan com seus risinhos), mas isso foi bom para aumentar a tensão. Porém no final ele se mostra decidido e apaixonado, fiel ao estilo JA sempre se rendendo aos sentimentos.
    E eu que nasci bobinha fiquei caidinha por ele. (risos)
    Outra coisa interessante é que o ator John Joseph Feild não é muito bonito (pelo menos eu ñ acho) e assim sendo há mais emoção na construção dos sentimentos, mais realismo, pois o espectador tem que analisar outra coisa que não a beleza.
    Não fica aquela coisa chata do tipo: Mocinho e mocinha são sempre bonitos.

  2. Cacá
    eu assisti sem analisar e não tenho ainda uma opinião sobre esse filme.
    Sim, o personagem de fato não é exatamente bonito, Jane o descreve assim (na tradução de Lêdo Ivo)
    “Vinte e quatro ou 25 anos, alto, a figura agradável, o olhar muito inteligente e vivo, as maneiras corteses – um rapaz se não muito bonito, pelo menos muito perto de sê-lo.”

  3. Assisti esta versão pela TV e achei muito interessante. Embora não tenha ainda lido o livro, sei que a JA ironiza de modo bastante corrosivo um subgênero bastante popular da literatura romântica, o romance “gótico” (razão pela qual parte da história se passa numa abadia gótica convertida em propriedade particular). Este é o motivo do enredo “fantasioso” do romance.

    Também achei o final meio “apressado” demais, mas nem por isso deixa de ser menos interessante.

  4. Olá
    Meu nome é Marcia e eu adoro tudo o que Jane Austen escreveu.Sem quere esbarrei no seu blog e achei super interessante.Mais ainda pela infinidade de filmes que vc relacionou.Gostaria muito de saber como fazer para ter acesso à eles.Adoraria ver Lawrence Olivier como Mr. Darcy. mas nunca consegui.Obrigada

    1. Marcia,

      normalmente os filmes são achados na Amazon (legendados em inglês) e alguns nas grandes livrarias no Brasil, como Cultura, Fnac, Saraiva, sites como Submarino e lojas como as Americanas.

  5. Olá a todos
    Assisti esta versão apenas 1 vez e, confesso, não tenho muito ânimo de vê-lo novemante. Achei-o apenas ‘engraçadinho’. Uma curiosidade: a casa de Catherine Morland é a mesma de Jane Austen em “Becoming Jane”.
    Abraços.

  6. Oi,
    então, acabei de assitir a essa versão, adorei! MESMO! Mas concordo que o final foi realmente apressado. Ainda não li ao livro, mas lerei em breve com certeza *-*
    Estou apenas curiosa agora, a versão de 1986 parece ser divertida, queria saber a opinião de alguém que tenha assistido. Queria saber se por ser antigo demais o filme fica meio…estranho sabe =P
    Enfim, agradeço desde já.

    ps:ótimo site!! já está nos favoritos *-*

    1. Rafaella,

      leia o livro e creio que gostará bastante. Terei a versão de 1986 ano que vem e comentarei aqui, me aguarde!

  7. Olá!
    Pode me dizer se existe esta versão do filme em dvd legendado para vender e onde encontro?
    Obrigada, abraços

Comments are closed.