web analytics
MISCELÂNEA,  NOVELAS INACABADAS,  Os Watsons

Os Watsons completado por L. Oulton

A primeira seqüência dos livros de Jane Austen foi d’Os Watsons e quem a escreveu foi a sobrinha, Catherine Hubback, em 1850. Tenho procurado em vão por alguma imagem desse livro, o frontispício que seja, pois tenho uma enorme curiosidade por essa obra rara.

Quando estava escrevendo para apresentação das Novelas inacabadas encontrei outra raridade, The Watsons, a Novel. Este livro foi escrito por L. Oulton que segundo a descrição da capa era uma estudante entusiasmada e amorosa da obra de Jane Austen. O resultado de seu trabalho foi publicado em 1923 por D. Appleton e hoje se consegue por preços bem elevados em sites como a AbeBooks e BiblioCom. Neste último encontrei no link  a descrição usual sobre capas e condições gerais do livro e a frase abaixo com a qual fiquei muito intrigada, pois J. E. Austen Leigh, o sobrinho que escreveu a primeira biografia de Jane, faleceu em 1874 e nenhum de seus filhos tinha seu prenome. Será de algum neto?

This edition is divided into 19 chapters and contains a preface by J. E. Austen Leigh.
Esta edição está dividida em 19 capítulos e contém um prefácio de J. E. Austen Leigh.

Traduzi o texto da capa com seus elogios e adianto que as críticas tanto as da época como as atuais não são das mais favoráveis à continuação de Miss Oulton. E a crítica principal seria o estilo vitoriano, romântico demais.

Jane Austen planejou e parcialmente escreveu este romance chamado “Os Watsons” e que agora aparece em sua forma completa. Uma estudante entusiasmada e grande admiradora de seu trabalho, Miss Oulton, que seguiu seus escritos para um romance, encontrados em um caderno de notas após a morte de Miss Austen. Ela, Miss Oulton,  realizou a difícil tarefa com tanto sucesso que o leitor compartilhará com os membros da família Auste, para quem ela mostrou seu trabalho, uma inabilidade em reconhecer onde ela reiniciou a história deixada por sua predecessora. Os Watsons, do título, são uma pequena  família provinciana, cuja comedia de suas vidas diária é detalhada com toque primoroso no qual Jane Austen é imbatível. O amor de Lord Osborne por um de seus personagens dá o tom de romance para uma historia fascinante e admiravelmente lucida.

4 Comentários

  • Júnior

    Se um dia lançarem alguma sequência das novelas inacabadas em português certamente lerei, somente por curiosidade mesmo.

    Entre as duas novelas inacabadas, gostei mais de “Os Watsons”, apesar de também ter sido – definitivamente – fisgado por “Sanditon”. Talvez por causa do título, sempre achei que iria gostar mais deste segundo, mas isso não aconteceu e li “Os Watsons” rapidinho. Acho que essa minha preferência se deve ao fato da minha sede atual por histórias com diálogos, pois os últimos livros que tenho lido são mais descritivos. E além de “Os Watsons” ter mais diálogos que “Sanditon”, também me envolvi mais com a história de Emma do que com a de Charlotte.

    • Raquel Sallaberry Brião

      Júnior,

      em termos de heroína também gosto mais de Emma do que Charlotte. Acredito que a última não chegou a ser totalmente desenvolvida. Sobre Emma temos mais informações.

      Que tal uma resenha da Novelas inacabadas? Topa?

      • Raquel Sallaberry Brião

        Júnior,

        oba!

        Nada de resenhas tradicionais. Uso o termo resenha por falta de palavra adequada.