web analytics
LIVROS,  Orgulho e preconceito

Orgulho e preconceito Abril Coleções

Pedi para ver a capa (parte frontal) de Orgulho e preconceito da Coleção Abril.

Afinal não era possível esperar até maio, não é mesmo? Muito obrigada, Fernando!

20 Comentários

  • Elaine Dashwood

    Estou enganada, ou a Abril Coleções é do mesmo grupo que a Nova Cultural? Espero que não haja problemas de tradução dessa vez…

    Obs.: Adorei a capa.

  • David

    Comprei os primeiros dois volumes da coleção. Primorosos. Papel ótimo, fonte bem legível e entrelinhas decente (ao contrario das edições antigas).

    Dá pra ficar ansioso pelo volume da Jane Austen…

  • Leticia

    Houve um colóquio familiar por aqui e decidimos que, como meus pais têm muitos dos livros anunciados (por conta de outras e antigas coleções – Abril e Jackson, p. ex.), só compraremos os que nos faltam.

    Pena não poder completar a coleção, mas é problema de espaço!

  • Ângela

    Legal, só queria que saísse aqui em Brasília na mesma data do Rio e São Paulo!!!

  • Nina Vieira

    Oi Raquel,
    Linda a capa de O&P, a Abril sempre arrasa tanto no conteúdo quanto no visual.

    Que bom que tudo está indo bem com relação ao processo da Landmark. O que eles querem é absurdo (como assim tirar o blog do ar?!)

    Espero que tudo dê certo. Beijos.

  • David

    Ângela,

    Comprei o meu exemplar em Brasília, na Livraria Cultura do Casa Park. Foi uma boa surpresa achar lá.

  • Mariana

    Comprei hoje o meu. Fiquei maravilhada com o papel, tanto pela textura como pela qualidade do peso x transparência da página. No colofon, diz que mandaram fazer esse papel na Itália especialmente para essa coleção. Ele pesa 60g/m2 e acho que é o primeiro livro de capa dura que vejo no Brasil que consegue ser leve como os hardbacks gringos. Eu estava com um paperback (gringo) de 300 páginas na bolsa e os 2 volumes do Dostoievskis pesavam, juntos, a mesma coisa que ele, uma beleza. Fui bater a tradução com a edição fatídica que eu tinha aqui da Nova Cultural e, até agora, gostei bastante.

    Dito tudo isso, não posso deixar de comentar minha implicância absoluta pelo projeto grafico da capa ser tão, digamos, inspirado na coleção da Penguin Classics Clothbound. Essa parte era realmente dispensável.

    • Raquel

      Mariana,

      tenho o Sense and Sensibility da Penguin e já preparei um post. Amanhã!