web analytics
Sem categoria

Martin Salter, Senhor Simpatia

Martin Salter, anfitrião do Jane Austen Bath Centre é a simpatia em pessoa, como podemos confirmar neste vídeo feito por uma professora de inglês da Holanda.

Quando perguntado qual personagem de Jane Austen ele seria, disse que poderia ser qualquer um e mencionou Mr. Bingley. A professora o achou muito alinhado e pensou em Mr. Elliot, creio que se referia a Sir Walter Elliot. Martin conta que um cavalheiro inglês mantém suas botas muito bem polidas e fala do famoso Beau Brummell. Ele também é muito hábil ao manejar sua bengala como se fosse uma arma e menciona um nome para tal habilidade que não consegui entender…

You Tube, doesmathilde

Outros posts sobre Martin Salter:

Facebook Comments Box

6 Comentários

  • Alexandra

    Quando visitei Bath há mais ou menos um ano foi ele que apresentou o meu grupo o JA Centre e falou sobre a vida da autora na cidade. E tens razao, ele é verdadeiramente o “Senhor Simpatia”. O entusiasmo com que ele fala da Jane Austen e de toda a época Regency é contagiante.

  • Júnior

    Eu gostaria de ter esse trabalho. Aparentemente é árduo, mas também deve ser muito divertido e recompensador.

    E ele realmente parece ter toda a paciência do mundo, Raquel.

    • Raquel

      Júnior,

      você diz algo que normalmente esquecemos: não é fácil lidar com tanta gente e sempre haverá os insuportáveis, mesmo sendo fãs de Jane Austen!

  • Alexandra

    Raquel, ja visitaste o Centre? Tenho que admitir que a minha parte favorita foi a giftshop 🙂

    Fiquei surpreendida quando o Mr Salter perguntou ao grupo quem ja tinha lido o History of England e so’ eu levantei a mao. A mesma coisa quando ele perguntou quem ja tinha visitado Chawton. Estava ‘a espera de mais fans die-hard!

    (desculpa a falta de acentos – estou a escrever com teclado belga…)

    • Raquel

      Alexandra,

      não visitei o Centre. A maioria das fãs pelo que estou percebendo são na verdade fãs dos filmes ou minisséries. Tenho visto afirmações, com ares de especialista, sobre Jane e sua obra, que na verdade nada mais são do que viram em filmes. E justo as partes fantasiosas!