web analytics
LIVROS JANE AUSTEN

Lord Byron em Persuasão

Anne e o capitão Benwick falam Walter Scott e Lord Byron,

[…] and they walked together some time, talking as before of Mr. Scott and Lord Byron, and still as unable as before, and as unable as any other two readers, to think exactly alike of the merits of either, […]
Anne found Captain Benwick again drawing near her. Lord Byron’s “dark blue seas” could not fail of being brought forward by their present view [Cobb], […] | Chapter 12

[…] e caminharam juntos por algum tempo, falando, como antes, de Scott e Lord Byron, sendo outra vez incapazes como qualquer outro par de leitores — de pensar exatamente da mesma forma sobre seus méritos, […]
Anne viu que o capitão Benwick tornava a se aproximar dela. Os “escuros mares azuis” de Byron não poderiam deixar de ser relembrados pela paisagem que viam, […]*

Capitão Benwick e Louisa Musgrove se apaixonam,

He [Captain Benwick] would gain cheerfulness, and she [Louisa Musgrove] would learn to be an enthusiast for Scott and Lord Byron; nay, that was probably learnt already; of course they had fallen in love over poetry. | Chapter 18

Ele se tornaria mais alegre, ela aprenderia a ser uma entuasiasta de Scott e Lord Byron; não, isso já tinha aprendido, provavelmente. Claro que tinha se apaixonado através da poesia. *

E eu, criatura nada romântica e que só penso em dinheiro, comprei ontem por “5 pila” Byron**. Só espero que seja uma boa biografia. Alguém já leu este livro?

byron

* Tradução de Luiza Lobo.

** Biografia de Lord Byron por André Maurois, tradução H. P. de Lemos Bastos. Editora Irmãos Pongetti

Facebook Comments Box

5 Comentários

  • Júnior

    Nunca li esta biografia, Raquel. Mas tenho certeza que deve ser muito interessante e ao mesmo tempo intrigante, pois a vida de Lord Byron foi uma das mais movimentadas e desregradas de seu tempo. Pelo que já li a respeito, ele era bastante controverso e genial.

  • Rony B.

    Cara Raquel,

    Peço desculpas por fugir ao assunto do post, mas preciso lhe deixar meus agradecimentos e congratulações por um espaço tão abrangente e organizado como este.

    Encontrei o seu blog enquanto procurava informações sobre a minissérie baseada em “Razão e Sensibilidade”, de 2008. Lamento não tê-lo feito antes. Na verdade, acho que fui ignorante em supor que não haveria um site tão completo em língua portuguesa sobre a grande Jane Austen. Pretendo frequentá-lo sempre que possível e conveniente.

    Perdoe-me a ousadia, mas gostaria também de deixar um pedido/sugestão: uma página dedicada a autores e obras que tenham similaridade com as obras da Jane Austen.

    Mais uma vez, obrigado.

    Rony B.

    • Raquel

      Rony,

      muito obrigada e seja bem-vindo ao Jane Austen em português! Sempre que possível coloco alguma informação sobre outros autores.