web analytics
LIVROS,  MISCELÂNEA,  Orgulho e preconceito,  Razão e sentimento Razão e sensibilidade

Jane Austen versões condensadas em português

Mais dicas de Denise: versões traduzidas e adaptadas (ou condensadas) para o português dos livros Orgulho e preconceito e Razão e sensibilidade.

  • Orgulho e preconceito, adaptação de Paulo Mendes Campos da Ediouro.
  • Razão e sensibilidade, adaptação de Lidia Cavalcante-Luther da Scipione. Nesta adaptação traduziram o título como Razão e sensibilidade, diferente da tradução de Ivo Barroso, Razão e sentimento.

Orgulho e Preconceito, tradução Paulo Mendes Campos

PS: Eu fiquei aqui mordendo a língua mas tenho que falar. Desculpe-me senhor ou senhora capista, mas essa capa não combina* com Orgulho e preconceito e já foi usada numa versão/continuação chamada Mr. Darcy Takes a Wife (livro nada elogiado por admiradoras de Jane…). Se vocês quiserem ter uma idéia do tal livro, leiam as avaliações dos leitores na Amazon. E para completar, se eu comprasse esse livro para uma menina para que ela entendesse e gostasse de Jane Austen, eu colocaria um capa nova.

* Este estilo de capa é o que costuma-se chamar “sabrina-bianca-júlia”. Já mencionei este estilo aqui e para uma idéia mais clara leiam esta divertida análise de Leticia no Flanela.

4 Comentários

  • Leticia

    Esa primeira capa, da esquerda, é visual de editora didática, Raquel, a preimeira ilustração é do tipo adorado pelas editoras de didáticos. Não tem salvação, vai daí pra pior.
    Já o da direita me parece algo um tequinho mais sofisticado que Sabrina. De qualquer modo, soa àquilo que falei, são sugestionamentos eróticos (que obviamente, neste caso, decepcionarão quem entrar de gaiato).

  • Raquel

    Leticia,
    só me referi a segunda capa.
    No aspecto gráfico, a imagem é mais sofisticada (é uma pintura), o fundo preto com uso da fonte Poética e seus belos ampersands sempre dão um aspecto fino e se fosse outro livro, que não Orgulho e preconceito, eu não teria nada a dizer. Mas essa rapariga, nessa atitude e com essa roupinha, não me convence como Lizzie Bennet!
    A capa de Razão e sensibildade, mesmo não sendo bonita e um pouco infantil, condiz como assunto.

  • Oi, Raquel!
    A ida à Bienal foi traumática, esperava mais… piorou por causa do tempo quente, do transporte público, filas… isso mata a vontade ehehe Confesso que me arrependi por não ter aproveitado alguns quadrinhos em promoção. Mas vi preços de livro, em geral, equivalente às livrarias.

    E o banheiro, gente?? Mico total!!! Ou quase… 🙂

    Beijos!

  • Raquel


    não tivemos problemas com transporte, o domingo estava calmo… mas eu sempre digo, “esta é a última vez que venho na Bienal…”, você acredita? nem eu…
    beijoca