web analytics
Caderno Carta Mr. Darcy _ Loja Antiguinha
MISCELÂNEA

Caderno Mr. Darcy | Sorteio

As cartas nos livros de Jane Austen são parte importante da narrativa. Algumas são adoráveis como a carta do Capitão Wentworth para Anne Elliot, propondo a reconciliação, com paixão e concisão. Temos também a triste carta de Marianne para Willoughby no fim do namoro e sempre me pergunto quem nunca escreveu uma carta nesses moldes? A carta do capitão é uma das minhas favoritas, tanto que a traduzi para vender com o primeiro caderno que fiz com cartas, mas tenho que confessar que a minha grande admiração é pela carta de Mr. Darcy contando os fatos que levam Elizabeth, mesmo ainda ressentida, perceber o homem justo e correto que é Fitizwilliam Darcy.

Inspirada nessas cartas fiz mais três cadernos que estão à venda na loja Antiguinha: Capitão Wentworth, Marianne e Mr. Darcy. Esta última coloquei apenas um excerto pois a carta completa é imensa e será o caderno neste post.

Como todo sorteio, temos uma pergunta que terá que ser respondida post para concorrer. Sem mais embromações pois este sorteio já está atrasado em um mês, a pergunta é:

Se você recebesse uma carta de seu namorado, ou sua namorada, explicando em detalhes suas atitudes passadas, você acreditaria nele/nela prontamente ou ficaria relendo e analisando por dias até se convencer dos fatos?

NORMAS DO SORTEIO

♦ Sorteio de 14 a 23 de novembro. Resultado: 24 de novembro.
♦ É permitido apenas um (1) comentário por participante
♦ Se um grupo usar o mesmo computador para comentar, o que levará a IPs iguais, avise no próprio comentário para não ser desclassificado
♦ Use seu mail verdadeiro e apenas no formulário. Não coloque email no corpo do comentário
♦ Lembrem-se: todos os comentários são moderados e podem levar um tempo para serem publicados
♦ Qualquer um pode comentar mas somente quem tiver um endereço no Brasil concorrerá ao presente

Caderno Carta Mr. Darcy _ Loja Antiguinha

Facebook Comments Box

93 Comentários

  • Luana Campos

    Como descrente que sou, acho que ficaria lendo, lendo e lendo um pouco mais até me convencer dos fatos.

  • Catarina

    Creio que eu releria durante vários dias, inúmeras vezes, juntamente de muita reflexão sobre o assunto. Dependendo da personalidade do citado namorado, de suas atitudes e escolhas, tomaria minha decisão definitivamente.

  • Aline Matte

    Acreditaria, com certeza. Se for de coração, não há como desconfiar.

  • Keila Candido

    Como boa paranóica que sou…ficaria relendo até me convencer dos fatos ou formulando outras teorias ha!

  • Laura

    Acreditar nele, ou não acreditar, dependeria da situação, do comportamento anterior dele.
    Entretanto, cartas são mágicas, eu ficaria lendo várias e várias vezes; caso eu acreditasse, um sentimento bom tomaria conta de mim lendo a carta, mas se eu não acreditasse poderia lê-la outras vezes buscando alguma frase, algum detalhe que me fizesse duvidar da minha própria descrença…

  • Jéssica

    Releria varias vezes assim como Elizabeth fez, afinal quando se lê mais de uma vês e analisa a carta, você pode entender a mensagem, pois quando se lê a carta pela primeira vez é a emoção que fala mais alto, já a segunda vez você lê de modo mais parcial e racional, afinal acreditar logo de cara seria mesma situação de Elizabeth que acreditou logo em Wickham quando ele disse dos seus infortúnios com Mr. Darcy. Não devemos acreditar nas primeiras impressões. É o que eu acho… escrevi demais hahahahha

  • Haydée

    Não acreditaria de pronto. Até por amor próprio :). Mas pensaria muito a respeito, analisaria todas as informações e, considerando a pessoa em questão, acreditaria, ou não……..amor pensado e analisado, como o de Elizabeth Bennet é mais o meu tipo, nada a ver com o turbilhão de emoções de Marianne Dashwood.

  • Priscilla

    Com certeza, como sou muito uma pessoa extremamente desconfiada, ficaria relendo e analisando por dias até se convencer de todos os fatos. Mas acabaria perdoando, afinal sou uma eterna apaixonada e acredito muito no amor.

  • Izabela

    Eu ficaria lendo e relendo a carta para perceber se o que estava escrito era verdade ou não.

  • Eveline Silva

    Bom, como não sou de tomar decisões apressadamente, provavelmente releria a carta algumas vezes e pensaria bastante, ainda mais em uma situação como a da Elizabeth, acho que minha reação seria muito parecida com a dela.

  • Fernanda

    Eu acreditaria prontamente sim, mas sei que minha curiosidade me levaria e querer conhecer os detalhes.

  • Évila

    Eu ficaria relendo e analisando para evitar tirar conclusões precipitadas.

  • Maura Correia de Souza

    Eu releria, pois estaria envolvida em muitos sentimentos que me impediriam de analisar e refletir melhor sobre o texto.

  • Sabrina

    Provavelmente leria vezes e mais vezes, oscilando entre “acreditar” e “vamos continuar analisando!” até não ser mais possível.

  • Raquel Cardozo

    Acreditaria nele pois amor requer confiança e o que ficou no passado ao passado pertence…

  • Elisama Rodrigues

    Como sempre faço relia tudo. Eu nao fico com aquilo na mente. Eh triste, mas verdade.

  • Francine

    Eu acreditaria na carta do meu namorado, afinal eu confiaria nele, e não teria dúvidas, nosso relacionamento seria honesto e franco!

  • Helena

    Mentiria para mim, como se eu tivesse acreditado; e até poderia, mas releria só para ter certeza que traduzi corretamente as infirmações haha.

  • Allyne Veras

    Leria novamente cada palavra e cada frase tentando imaginar e sentir cada emoção cunhada naquele papel.

  • Felicia Ferrari

    Como sou muito ansiosa, acreditaria ou não de imediato. Depois de algum tempo refletiria melhor até chegar a uma conclusão! Creio que Elizabeth fez o mesmo, pois era ansiosa e orgulhosa. Mas o tempo sempre foi o melhor remédio, embora algumas vezes amargo! E por Mr Darcy, eu faria qualquer coisa!

  • Liz Dias

    Eu a leria várias vezes não por desconfiança, mas para saborear cada palavra. Se ele parasse para escrever uma carta explicando tudo o que acontecera, por certo se importa comigo e quer consertar algumas coisas. Quem não se importa, não se incomoda em dar explicações. Significaria muito para mim.

  • Nicole

    Acreditaria! Ficaria muito em paz por saber que ele confia em mim e que deseja me incluir na vida dele a ponto de me contar até mesmo um assunto que ele não se sinta confortável de falar; E ficaria orgulhosa se for algo que ele fez com boa intenção! (porque isso demonstraria que ele não é de ficar se gabando)

  • Sandra Cabral

    Ler uma ou duas vezes mais é praxe e perdoavel vai …não chega a ser uma dúvida cruel, e eu faria com certeza!!!!

  • Patricia Melo

    Como boa Elinor que sou eu não ia acreditar de primeira não. Minha personalidade me faria reler e analisar pra embasar minhas decisões e opiniões o melhor possível.

  • Alana

    Leria várias vezes, talvez mais por gostar de reler e querer relembrar certos fatos do que por não acreditar no que é contado. É difícil afirmar sem saber o contexto, mas creio que faria o mesmo que Elizabeth.

  • Amanda Maria Romão Chaves

    Ler e reler algumas vezes…pensar e pesar tudo o que foi apresentado, escrever a carta já quer dizer que a pessoa se preocupa e quer esclarecer as coisas…então provavelmente seria perdoado

  • Ursula Costa

    Como eu sou dificil e ser convencida eu ficaria relendo e analisando por dias até se convencer dos fatos.

  • Gisele Cano

    Que lindo Raquel! Bom, tb adoro as cartas, não á toa escrevi sobre elas naquele post 😉
    Bom, me conhecendo bem, eu leria e releria a carta diversas vezes mas não por não acreditar prontamente nas palavras e sim pq sou daquelas de analisar cada frase, cada palavra buscando o sentimento que a pessoa colocou ali quando escreveu.
    Bjs

  • Grace Borges

    Eu acharia tudo muito estranho!! E com certeza analisaria muuuito!!!!

  • Lia Christo

    Oi Raquel, boa noite.
    Ia depender muito da situação.
    Mas, pelo que me conheço, acho que ficaria analisando a situação, para depois me convencer dos fatos.
    Bjus

  • Renata T

    Olá Raquel!
    Muito provavelmente eu ficaria lendo e relendo, analisando cada pontuação até digerir todo o conteúdo da carta e me convencer de tudo que estava escrito.

  • DalilaAngelica

    Analisaria a credibilidade do “namorado” e dependendo da resposta tomaria a minha decisão de acreditar ou não na carta. Como no caso de Lizzie e Darcy, eu acreditei prontamente no Darcy.

  • Karla

    Raquel,

    Acredito que não analisaria por dias mas com certeza não acreditaria prontamente. Teria de ler várias vezes para concordar com o conteúdo.

  • Vanessa Bittencourt

    Eu ficaria relendo e analisando até estar pronta para acreditar (ou não acreditar).

  • Joice Opolis

    Depende da personalidade da pessoa, eu teria de ler várias e várias vezes até tirar minhas conclusões…

  • Tainá D'amico

    Ficaria analisando por dias, até me convencer de que aquilo escrito é real.

  • Rebeca Lima

    Ah, não tenho certeza. Sei que eu a releria várias vezes, mas existe alguma coisa mágica nessas cartas da tia Jane que fazem as cortinas se abrirem. A verdade numa carta parece inquestionável. Então, bem, se o namorado em questão possuísse a habilidade com a pena de um Mr. Darcy, eu acho que prontamente acreditaria (nossa, eu ainda lembro da sensação de alívio quando li a carta do Sr. Darcy pela primeira vez, hehehe). Mas também acho que teria muito orgulho pra dar o braço a torcer de uma vez, igual a Elizabeth. É, depende…

    Beijos, Raquel, e até mais!
    P.S.: Fora do assunto em questão: adorei como o Antiguinha está agora. Aquele pingente da Margareth e o caderno da Marianne… Muita vontade de comprar, se eu já não tivesse gasto a minha cota este mês… Mas foi até um gasto muito proveitoso: finalmente consegui comprar o Novelas Inacabadas! Estou só esperando chegar.

  • Andreza Estephani

    Tudo depende dar circunstâncias. Há quanto tempo aconteceu? Há quanto tempo o conheço? Qual nosso nível de confiança?
    O que ele tentou passar na carta? Será mesmo que ela foi escrita com seus sentimentos? Acho que tudo isso pode ser percebido, quando se lê um papel escrito.

    Dependendo de todos esses fatores, eu posso, ou não acreditar imediatamente. Mas, sem sombra de dúvidas, de um jeito ou de outro, iria ler e reler a carta.

  • Aline Tavares

    depende da personalidade do autor da carta, do assunto em questão, porém eu teria que ler pelo menos duas vezes para começar a formar algum juízo sobre o assunto, para tentar não tomar decisões precipitadas.

  • Thainá Mendes

    Eu demoraria alguns minutos para sequer abri-la, com medo de que tudo o que eu acredito até o momento esteja realmente certo e toda a minha esperança vá por água abaixo. Depois de tomar coragem para ler, terminar de ler creio que eu leria novamente e de novo e de novo, até que as palavras fizessem sentido na minha cabeça e então eu ficaria tentando encaixar o que aconteceu com o que a pessoa relatou na carta e vendo se eu tinha realmente julgado errado ou não…

  • Kerolaine

    Leria e releria inúmeras vezes para ver se realmente os fatos podem ser realmente justificados pela carta.

  • Ana Caroline Bauer Garcez

    Depende…
    Se eu recebesse do meu noivo, o qual namoramos há 8 anos, com certeza acreditaria prontamente. Agora se recebesse de alguém que conhecesse a pouco tempo, acho que ía analisar bastante.
    Bjos

  • Bia

    Leria, relia, lia de novo, pedia pra minha mãe ler.
    Lia mais uma vez e talvez acredite ou nao.

    Parabéns pelo blog e pela lojinha

  • Marcela M.

    Iria ler, reler, re-reler e demoraria um bom tempo até me convencer…

  • Selma

    Com certeza iria reler e reler, mas só para debater os fatos , linha sobre linha, até entrarmos em um acordo 🙂

  • Cristiane

    Eu leria milhares de vezes para poder acreditar. E com certeza pensaria nessa carta o dia inteiro!

  • Eloá Mary's

    Com certeza iria ler milhares de vezes! E claro, pensaria no Mr. Darcy a cada fração de segundo! <3

  • Adriana M.

    Eu iria ler várias vezes e analisar cada palavra, só então tirar uma conclusão. 😉

  • Adriana

    Eu creio que a carta de Mr. Darcy não esclareceu os fatos somente, mas confirmou algo que Elizabeth já desconfiava: que havia se enganado quanto ao caráter de Darcy. Em uma carta assim, que encontrasse os meus próprios sentimentos e percepções, não haveria como não acreditar 🙂

  • Débora Carolina

    Eu com certeza daria uma de Elizabeth, leria e releria quantas vezes possíveis, ligaria aos fatos e só depois que eu tivesse certeza de que os fatos na carta tem fundo de verdade eu acreditaria!

  • Bárbara Oliveira

    Acreditaria imediatamente. Quando as palavras são verdadeiras, agente simplesmente sabe.

  • Karine Melo

    Uma relação exige tempo para que a confiança seja alcançada. Eu iria ler a carta várias vezes e analisar as atitudes do meu namorado para tentar conciliá-las com o que está escrito.

  • Isabela Lima

    Eu acreditaria prontamente, pois se a pessoa que amo a escreveu e eu sinto que ela foi verdadeira, não há motivos para duvidar!!!

  • Luciana Campelo

    Eu adoraria acreditar de cara, mas na real ficaria relendo e analisando por dias até me convencer dos fatos.

  • Vivian Mariene de Paula Castro

    Eu com toda certeza leria a carta mais de mil vezes tentando entender as atitudes passadas e o que lhe motivou a fazer estas coisas, e a me contar isso através de um carta. carta em si já se torna algo difícil tanto pra quem lê quando pra quem escreve dependendo do conteúdo . São palavras que não a como serem retiradas os perdoadas , pois estão escritas não há como apaga- las. As cartas se tornam prova do passado e podem mudar o futuro. Por isso, acho que se fosse comigo eu relia e relia é tentar encontrar o verdadeiro significado daquelas palavras e o que fez aquela pessoa a tomar essa atitude.

  • Mima

    Acreditaria prontamente, mas, mesmo assim, leria e releria para capturar todas as nuances e ver se entendi direitinho. 😛

  • Viviane

    Eu, ficaria em primeiro lugar muito feliz por ter recebido a carta..depois com um pouco de medo de ler a carta, depois cheia de curiosidade ia abrir a carta e finalmente ler, cada linha, ouvindo a voz do seu remetente, se explicando em cada letra, cada paragrafo, sentiria todos os seus sentimentos e assim após terminar a leitura, ia repassar mentalmente cada uma das cenas descritas na carta de posse de cada nova informação e então com base em todos esses dados acreditaria em sua intenções de todo meu coração…

  • Nathalia Lima

    Como gosto muito de analisar os fatos e pensar detalhadamente sobre os menos, acredito que leria por alguns dias a carta. No entanto, confesso que, devido a atitude, eu pensaria com muito mais carinho a respeito.

  • simone ribeiro

    Nada é mais romântico do que receber uma carta, acreditaria sim. Poderia ler e reler vária vezes mas pelo simples motivo de perceber que meu namorado ao escrever “deu” seu tempo para pensar nas palavras a serem escritas, pensou em no que escrever para “tocar” meu coração…
    Acho que ainda sou romântica…..

    • cristina b silva

      Reler o que foi dito, sentir o momento em que estava escrevendo, a alegria, a dor da saudade tudo num momento de êxtase.. reler é muito bom pois sempre encontramos alguma coisa nas entrelinhas , um suspiro, uma lágrima , um sorriso …

  • Mariana Cerqueira

    Eu leria diversas vezes, analisaria cada palavra, me sentiria culpada…enfim, seria uma guerra interna!

  • Carolina Ibiapia

    Certamente, desconfiada como sou, ficaria relendo e analisando por dias. Observaria cada detalhe minunciosamente e tentaria retirar deles algo bom ou ruim. E se a pessoa me passava confiança, vou tentar buscar confiança em suas palavras, mas se a pessoa me passava insegurança, provavelmente a carta não me passaria nenhum sentimento bom. Tudo iria depender.

  • Caroline Calzolari

    Hm… tudo depende de como ele escreveria. Se parecesse que ele que realmente está se expondo e arriscando ao me contar tudo acho que acreditaria.

  • Naga

    É…eu acreditaria na carta. Depois ficaria relendo trechos da carta e analisando o comportamento dele e apuraria melhor a opinião sobre ele!

  • Adriana Sousa

    Pelo amor verdadeiro posso dizer que diante do tempo que esteve em silêncio, o meu amor teria adormecido, não acabado, pois o amor verdadeiro é eterno. O amor verdadeiro não questiona, não duvida somente quer estar perto, pois até no silêncio se tornam completos, um para o outro. No mesmo instante eu acreditaria, ficaria feliz, pois sei que iria sentir a energia que sentem duas pessoas que se amam que mesmo estando longe uma da outra conseguem entender e sentir nas palavras o amor que sentem uma pela outra.

  • Miza Sobreira

    Toda carta é um testamento de algo, se ele está me testificando algo, expondo seus sentimentos. Servi de contraste de fatos em encontros e desencontros da vida …Tantos coisas acontecem que aos nossos olhos parecem ser uma verdade e era um ponto no isolado.

  • Lia Sena

    Ficaria lendo e relendo, mesmo assim assim acho que poderia demorar um tempo para acreditar nas palavras da missiva.

  • Danielle Batista

    Eu releria a carta varias vezes para poder compreender cada comportamento do passado e cada justificativa nela contida. E depois disso tiraria minha conclusão sobre cada acontecimento e acabaria tendo a mesma atitude de Eliza Bennet teve em relação a Mr. Darcy . Através dessa carta eu teria certeza dos meus sentimentos por essa pessoa.

  • Karine Marques

    Só pelo simples fato de ele ter me escrito uma carta,já seria um grande avanço para saber que ele realmente se importa comigo ,e se os fatos contidos na carta parecerem fazer sentido ,eu acreditaria em tudo logo na primeira vez que eu lesse ,caso alguns fatos parecerem não fazer tanto sentido ,eu leria umas 5 vezes novamente ,no mínimo.

  • Sílvia Simões

    Já recebi uma carta do meu namorado, explicando alguns de seus comportamentos que não conseguia entender e que me levaram, muitas vezes, a um intenso sofrimento. Nem tanto os argumentos presentes no manuscrito me levaram a acreditar prontamente em suas motivações. Mas o sentimento de desamparo causado pelo distanciamento, sintoma da incompreensão, me matava aos poucos e a carta foi uma prova de que estava disposto a expor seus maiores medos e arrependimentos para alguém que o idolatrava, se isso facilitasse de alguma forma nossa união novamente. Depois de ter colocado fim aos desentendimentos, jamais reli a carta outra vez. Mas ela permanece guardada junto das minhas mais preciosas lembranças, como uma grande prova de entrega e amor.

  • juliana lacerda

    Com toda certeza do mundo leria milhões de vezes …mas….como sou uma pessoa muiiiiiiiiiiiiiiito apaixonada e acredito plenamente no amor absoluto tomaria a decião que meu coração me pedisse e sempre para reforçar leria todos os dias de novo e de novo e de novo.

  • Raquel...

    Nao acho que eu precisaria de dias para me convencer dos fatos narrados na tal carta, mas com certeza eu iria ler varias vezes com muita atençao pra entender como tudo se desenrolou!

  • Rodrigo Rizzo

    São muitas variáveis… Independente do nível de confiança na pessoa, os fatos revelados causariam certo impacto, e ainda haveriam chances de não serem verdadeiros. Os sentimentos realmente teriam sido depositados na escrita? E há quanto tempo esses fatos ocorreram?

    É um pouco complicado afirmar, mas penso que eu releria a carta milhares de vezes, mesmo depois de decorar cada palavra… E posso afirmar que acreditaria cegamente em algum momento; porém, dificilmente no ato da primeira leitura.

  • Bárbara

    Com certeza, eu leria a carta inúmeras vezes para entender cada detalhe. Pensaria em todos as possibilidades sobre a história ser verdadeira ou não. Se acreditaria? Acho que isso só posso dizer dependendo da carta que recebesse, mas levaria um bom tempo para acreditar e compreender o conteúdo.

  • Maria De Jesus Franco

    Eu ficaria chocada en primer lugar pelas declaracoes que poderia estar recebendo, leeria una vez rapidinho para saber tooodo o coteudo mais depois iría pra un lugar calmo e comezaria a leer parte por parte e dar uma boa analizada de cada palabra. Contaria a situacao a outra pessoa da minha confianza para escutar o ponto de vista dela. E depois tomaria uma resolucao eu acho que o meu namorado nao esperaria una resposta rapida contando o nivel las declaracoes que receberia dele.
    seria algo parecido a acao da Elizabeth

  • Dayse Ruth A. V. de Araujo

    Não levaria muitos dias, mas leria algumas vezes. Mas conhecendo meu lado romântico e meu Mr.Darcy ( rsrsrs….) com certeza minha decisão pesaria a favor dele. Acho que devemos dar uma segunda chance para quem amamos.

  • Naiara Nunes

    Bom levando em conta que o remetente da carta fosse alguém que me intrigasse, alguém cujo comportamento fosse um mistério para mim, e se o tom da carta fosse de uma declaração, acho que sim, eu leria e releria a carta a fim de compreender cada significado novo que aquelas palavras tivessem.

  • Isa Mello

    Ficaria lendo e relendo… aconteceu comigo. Escrevi uma carta ao meu marido (na época futuro namorado) explicando uma situação que não era o que ele pensava. Da sua análise dependia se íamos ou não namorar. Resultado: Vinte e cinco anos juntos. beijos

  • Andressa Prado

    Uma carta é algo especial… É algo que fica para a história, que compromete. Acho que acreditaria sim. Poderia reler várias vezes, mas no íntimo saberia que é muito difícil mentir em uma carta. Sou mesmo uma romântica incurável! Beijos!

  • Raquel Sallaberry Brião

    Os comentários válidos para o sorteio estão encerrados. Muito obrigada pela participação de vocês. O resultado será publicado hoje.
    Raquel Sallaberry Brião