web analytics

Quando o Júnior, leitor assíduo deste blogue, comentou que havia terminado de ler Orgulho e preconceito fiquei curiosa para saber sua opinião. Pedi permissão e publico seu comentário:

Quanto à minha opinião sobre “Orgulho e Preconceito”, posso afirmar com convicção que é o melhor livro que já li até hoje. Geralmente não tinha o costume de ler romances, mas após esta obra-prima de Jane Austen decidi que vou fazer muitas e muitas leituras deste gênero e que vou ler todas as seis obras completas desta que já se tornou minha escritora favorita.
Achei O&P fascinante e de uma narrativa impecável, sendo que a tradução de Lúcio Cardoso é excelente. Meus personagens preferidos são Elizabeth, Jane, Mr. Darcy e Mrs. Bennet. Você não imagina o quanto eu ri no momento em que Elizabeth comunica à mãe que está noiva de Mr. Darcy e a posterior reação de Mrs. Bennet. É muito, muito engraçado! Acho que nunca ri tanto assim lendo uma passagem de um livro.
A única coisa que às vezes lamento é o fato de ter assistido ao filme antes de ler o livro, pois tenho certeza que acompanhar O&P sem saber o que vai acontecer no capítulo seguinte é muito mais fascinante e envolvente. Imagino por exemplo, qual deve ser a surpresa de um(a) leitor(a) que está conhecendo a história pela primeira vez e se depara com o inesperado pedido de casamento de Mr. Darcy à Elizabeth em Hunsford. Deve ser muito surpreendente.
Resumindo, é uma obra inigualável. […] Gostei tanto do livro que passaria um dia inteiro falando dele e das características de seus personagens. | Comentário na íntegra aqui.

Júnior, muito obrigada! Tenho certeza que passaríamos um bom tempo falando de Jane, dos Bennets, dos Collins e dos Bingleys!

Uma leitura de Orgulho e preconceito
Uma leitura de Orgulho e preconceito – Mrs. Bennet, captada pela pena de Hugh Thomson, no exato momento que soube do pedido de casamente de Mr. Darcy.

Views: 188

Artigos recomendados

15 comentários

  1. Oi Raquel!
    Muito bom saber que homens também gostam de Austen. Acho que é um tabu a ser quebrado, que romances são coisa de mulher.
    Uma curiosidade: você sabia que os Mrs. Darcys, Colin Firth e Matthew MacFadyen não leram P&P?!Que disparate! Vê se pode?

    1. Lais,
      eu sabia que Macfadyen não havia lido, mas o Collin Firth, posso estar enganada, acho que leu sim. Vou anotar aqui, para dar uma olhada.

  2. que legal o comentário dele. Acho que Jane Austen (e Orgulho e Preconceito, principalmente) é como medicina alternativa: a hora que vc experimenta, vc vira fã! (e fiz a comparação com medicina alternativa, pois isso aconteceu comigo e agora está acontecendo com gente da minha família… só falta lerem jane austen!)
    Bjos e um ótimo fim de semana!
    Rebeca

    1. Rebeca,

      eu diria que Jane pode se tornar um vício! Obrigada, e para você também.

  3. Oi Raquel!
    Eu só comentei o que li no you tube na parte dos comentários sob os vídeos de North and South. Uma menina comentou que RA disse ter lido o livro N & S para fazer o seu papel e outras comfirmaram e complementaram falando de Colin e MacFadyen .Não tenho realmente certeza. Mas, o MacFadyen fugiu um pouco do personagem. Disto não temos dúvidas.

    1. Lais,

      eu também não tenho certeza, mas pode deixar quando descobrir eu coloco aqui!

  4. Muito bacana ver meu comentário em destaque neste espaço tão interessante e saudável, Raquel! Muito obrigado novamente!
    Gostei muito da imagem da Mrs. Bennet e já saí procurando outras no Google Imagens. Encontrei algumas… As ilustrações de Hugh Thomson são muito bonitas.

    1. Júnior,
      a maioria das opiniões, neste espaço, são de mulheres. Tanto que às vezes me dirijo somente a elas. Você mesmo já me corrigiu – e com razão – a esse respeito. É muito bom saber o que os homens sente quando lêem Jane. Obrigada, mais uma vez.

      Tenho um post (na fila) sobre Hugh Thomson que talvez você goste.

  5. Raquel, querida, Jane é mesmo um vício e a ansiedade por novos posts tb… por favor, cumpra o mais breve possível, para a nossa alegria, que a exemplo do Júnior – parabéns pela ótima participação, eu tb sou uma leitora assídua :))

  6. Compartilho da mesma alegria das outras pessoas que comentaram, de saber que a obra também agradou aos homens. Já pedi o livro com a tradução de Lúcio Cardoso (recomendado pela Raquel, obrigada novamente), estou ansiosa para ler. Sobre o comentário do Júnior, eu também gostaria de ler o livro sem ter visto o filme. Mas com certeza irei ler o livro antes de assistir a série, isso se o DVD não chegar antes do livro *risos*.

    1. Nana,

      caso a série chegue primeiro podes dizer para o carteiro guardar a encomenda e só entregar uma semana depois. É uma idéia…

  7. Eu já havia assistido também a esse filme e outros da Jane Austen, inclusive “O clube de leitura de Jane Austen” e um sobre a biografia dela. Mas como achei o filme “Orgulho e Preconceito” da Keira, muito fraco, resolvi ler o livro. Claro, que a idéia demorou semanas pra amadurecer porque estava morrendo de medo da escrita da Jane Austen ser muito detalhada ou cheia de termos muito antigos como Shakespeare, mas para a minha surpresa, a leitura é deliciosa!
    Fora que o filme foi muito injusto com Mr.Darcy que é um gentleman de primeira categoria e não um arrogante como o filme demonstra.
    Nada como ler um livro pra entender melhor a história.

    1. Poetriz,

      Mr. Darcy pode ser orgulhoso e um pouquinho preconceituoso, nunca arrogante! Concordo inteiramente contigo. O filme de 2005 deixa bastante a desejar. Já viu a mini-série de 1995?

  8. Concordo muito com esta opinião.
    O&P é um dos melhores livros que já tive o prazer de ler.

    Hmmm, não consegui rir da primeira vez que li, somente com a releitura, as partes em que Lizzy simplesmente ingnora Darcy ou se dirige a ele com certa hostilidade é, com certeza, as mais engraçadas. A ingnorância da Mrs.Bennet tmb. Além do romance, claro.

    É uma pena que eu não fiquei surpresa com o casamento do Mr.Darcy e Lizzy. Porque, infelizmente, eu já sabia.

    Mas me surpreendeu muito que um livro com o estilo de O&P tenha me prendido do começo ao fim, porque para quem não tem costume de ler muito não iria entender facilmente a leitura dos livros de Jane Austen. Minha sorte é que eu tenho esse costume.

    Bjs e parabéns pelo blog.

Comentários estão encerrado.