web analytics
CARTAS,  FILMES & SÉRIES,  LIVROS JANE AUSTEN

Uma carta de Anne Elliot

Neste mês setembro o tema principal do Jane Austen Portugal são as cartas na obra de Jane Austen e Sandra F., uma das participantes do blog, pensou na possibilidade de Anne Elliot ter respondido ao Capitão Wentworth com outra carta ao invés de ir ao encontro dele:

My dear Frederick:

Penso poder tratar-te assim novamente. E como me deixa feliz poder fazê-lo. A tua carta encheu o meu coração de felicidade e devolveu-me o teu amor que eu julgava há muito perdido. Espero que me perdoes. Conseguirás perdoar-me? Ter-te repudiado oito anos e meio atrás foi algo que me assombrou este tempo todo. […]
A carta completa está em: Carta de Anne Elliot para F.Wentworth

Sandra é autora do blog Books, Movies and Dreams (em português)

Sally Hawkins, como Anne Elliot em Persuasão, 2007

Facebook Comments Box

4 Comentários

  • Fernanda Huguenin

    Gostei da carta,mas acho que o encontro deles foi mais impactante
    e emocionante.

    Terminei de ler Persuasão hoje, achei ótimo,me fez refletir bastante do inicio ao fim,cheguei a criar uma resenha, gostaria que você lesse e me desse a sua opinião Raquel,já que você é uma perita em J.Austen ;D
    ———
    É o segundo livro da autora que eu leio,posso estar
    sendo equivocada em afirmar que,em seus romances a narrativa
    é um pouco lenta,e com poucos dialogos,mas que nos deixa
    com vontade de lê-los até o fim.

    Uma coisa que eu acho muito interessante no modo de escrita da Austen,é
    que ela aprofunda muito bem o psicológico de seus personagens, não deixando eles parecerem vazios ou caricatos.

    Bom,vou falar agora de Persuasão:

    Acho que o mal que ajudou a separar Anne de Frederick no inico,foi
    mais culpa da insegurança de Anne criada pela horrível família
    que ela tinha. Se a família dela fosse mais unida , amorosa e menos egoista, Anne não seria tão insegura,e teria mais confiança em suas escolhas.

    Por que quando uma pessoa tem apoio de muitas pessoas
    queridas, ela ganha muitos conselhos na hora em que precisa,e
    com mais de uma opinião,ela pode, ou seguir uma delas a
    risca ou simplesmente estudar e criar uma escolha com base
    nessas opiniões. Por exemplo: Anne poderia ter escolhido
    continuar com o noivado,ma só se casando quando a situação financeira de Frederick estivesse melhor.

    Não teve um só instante no livro em que eu não sentisse raiva
    dos Eliotts, com uma família daquelas ninguém precisa de inimigos.
    É admirável como Anne consegue viver tranquilamente sobre o mesmo teto que eles,tem que ser muito bondosa e paciente para aguentar
    as mesquinharias do pai e irmã egocêntricos.

    Eu achei muito bela a carta de declaração do Cap.Wentworth,só acho que a trama tinha que se focalizar mais um pouco nele. A cena do encontro do casal,depois de Anne ler a carta do Frederick,foi uma das partes mais emocionante, bela e romântica que já vi em um livro com o tema,e eu não sou muito fã desse gênero,rs.

    • Raquel Sallaberry

      Fernanda,

      eu não sou perita, sou uma amadora no bom sentido da palavra amadora.

      Os livros de Jane Austen podem ser lentos ou concisos, dependendo com quem você compara. Você já leu Proust? É de dar agonia.

      Que bom que você gostou de Persuasão. É o meu favorito junto de Orgulho e preconceito. De fato, Anne é muito calma e bondosa e tem uma família e amigos que em uma primeira leitura parecem terríveis mas aos poucos vamos identificando-os em nossas próprias famílias. É ótimo ler um livro e depois escrever o que pensamos e depois de alguns anos reler nossas opiniões!