web analytics

Admito que a construção não é gótica mas as janelas me parecem opacas o suficiente e a casa bastante assustadora de modo a agradar nossa heroína. E numa localização tão ou mais divertida do que Bath. A avenida Paulista!

Bom feriado!

Visits: 72

Artigos recomendados

8 comentários

  1. Parece assustador mesmo. E com essa tonalidade da foto ficou ainda mais.

    Sei que não é possível nem comparar os dois, mas assustador mesmo deve ser o Castelinho da Rua Apa, que já vi em reportagens na TV. Acho que nem Catherine Morland encararia esse lugar, cheio de histórias estranhas e é claro, várias invenções populares também.

  2. Junior, essa “mansão” – não sei se você já foi – é linda por dentro, malgrado o abandono. E, por muquiranice pura do proprietário, vem sendo subutilizada por décadas. Já teve um sebo (comandado por uma moça francesa) e serve há anos para eventos de adoção de cachorros (tadinhos dos bichinhos!). A Prefeitura tenta negociação, para talvez incorporá-la ao parque Mario Covas, mas qual!

    Do jeito que está logo logo será incorporada ao roteiro de turismo de mistério da cidade, como o castelinho da rua Apa.

  3. Leticia, infelizmente existem tantos lugares que estão nessa triste situação. Um desperdício e uma negligência enormes! Depois que comentei aqui, fui dar uma olhada no YouTube e vi partes de um documentário sobre o Castelinho da Rua Apa. O estado da construção é lamentável…

  4. Junior, mas tem o tal negócio do direito de propriedade, a Prefeitura pode até tentar comprar, mas não pode passar por cima da lei.

    Tenho a impressão de que o Castelinho da Apa já não tem mais jeito. Nem sei se aquilo é tombado (se for, pior ainda, porque seria desleixo da Prefeitura). Mas de vez em quando acho que era melhor demolir e construir um big loft, sabe?

    1. Júnior e Letícia,

      passei ontem no castelinha da Rua Apa. Está todo envelopado em telas, acho que será uma reforma grande… Quando souber mais conto para vocês.

Comentários estão encerrado.