Processo Landmark: resultado final

Em 12 de abril de 2017 o Tribunal de Justiça de São Paulo entendeu que de fato foi demonstrado plágio no caso dos livros Persuasão (Jane Austen) e O morro dos ventos uivantes (Emily Brönte) publicados pela editora Landmark em 2007 conforme publiquei neste post de 24 de julho de 2017.

Em 15 de fevereiro de 2019, a tradutora e historiadora Denise Bottmann, que deu continuidade ao processo para ser ressarcida pelos inúmeros gastos, nos avisa do mais que merecido resultado:

“finalmente, após nove anos de batalha judicial, encerrou-se em meu favor a lide movida pela editora landmark, ressarcindo-me das custas e valores pagos pela perícia judicial comprovando os plágios de tradução por mim apontados, bem como arcando com a sucumbência.”

Denise, parabéns pela garra e paciência!

 

Processo Landmark: resultado

O processo da editora Landmark contra mim, Raquel Sallaberry Brião, e a tradutora e historiadora Denise Bottmann, movido em fevereiro de 2010, teve seu resultado publicado em 12 de abril de 2017 pelo Tribunal de Justiça de São Paulo e pode ser lido na íntegra neste documento: Acórdão-processo.

Resumo do resultado do processo nas palavras do Tribunal:

As rés imputaram aos autores a prática de plágio, relativamente às edições das obras literárias apontadas no processo, acusação formulada pela ré Denise no blog“não gosto de plágio” e depois reproduzida pela ré Raquel no site www.janeausten.com.br”
[…]
Pelas razões expostas, entendo demonstrado o plágio, fato a afastar a ilicitude das publicações veiculadas pelas rés a esse respeito no blog e no site indicados no processo.

Para quem não conhece o processo e não quer ler um documento relativamente grande, faço um resumo dos acontecimentos: a editora Landmark, que publica livros de Jane Austen, em 2010 processou a mim e a Denise por termos publicado sobre o plágio da tradução de Persuasão feita pelo sr. Fábio Cyrino que também é proprietário da referida editora. O processo completo está neste link do Tribunal: Processo 01335047-31.2009.8.26.0001.

A todos que nos apoiaram, meu muito obrigada!

Esclarecimento

Estou aguardando a chegada da notificação judicial para saber o motivo do processo da Editora Landmark e do senhor Fábio Cyrino contra mim.

Tudo que sei até o momento é o que está na internet: Livros e Afins , Todo Prosa, Flanela Paulistana, Por Quem os Sinos Dobram, FilisteuForense Contemporâneo, Bibliophile e fartamente na rede social Twitter.

Assim que tiver acesso ao processo integral voltarei ao assunto.

UPDATE

L&PM Editores

O Livreiro

Prosa Online – O Globo

UPDATE II

Vísceras Literárias

Hellfire Club

Mundo Livro

Tradutor Profissional

UPDATE III

Flanela Paulistana I

Flanela paulistana II

Batata transgênica

De gustibus non est disputandum

Forense contemporâneo

Ephemera

Meia palavra

Enredos e tramas

Substantivo plural

Cidadão quem?

Buzzvolume

Ubervu

Tecla SAP

Pop News

Vermelho carne

Animot

Tradutores e Intérpretes BR, Barulho sobre Bottman x Landmark

Letras USP, Editora processa blogueira

Traduções tenebrosas, Editora processa blogueira

Bibliocracias

Na linha, Livros: uma questão de Justiça

QueroTerUmBlog.com!

Ler, Lost in translation

Gangrena diário

A retórica do dragão

r.izze.nhas

Portal Literal

Link, Blog do Estadão

Link, Blog do Estadão, O outro lado

Máquina de letras

Casa da Ceiwyn

Editora Crisálida

Poemargens

Drops da Fal

Fórum Clube Cético

Fórum Realidade

Tradutores, traidores & simpatizantes

Trezentos

Lembra?

Blog da Editora CosacNaify

Milton Ribeiro

O nerd escritor

Na prática a teoria é outra

Folha Online

Coruja em teto de zinco quente

Legal, Direito de esquecimento

Urupês

Relances

Vicodin verde

Blog do Torero

BOL Notícias

Blog do Galeno

Café história

Colecionando frases

UPDATE IV

Ladybug Brasil

Palavras replicadas

Pierre Menard, tradutor de Jane Austen

Rodrigo Gurgel – Só ignorantes e desonestos gostam de plágio

Folha de São Paulo (restrito para assinantes)