web analytics
Sanditon Tony Grant
FILMES & SÉRIES,  NOVELAS INACABADAS,  Sanditon

Resenha de Sanditon por Tony Grant

Esta resenha de Sanditon, a série da ITV, por Tony Grant será traduzida e publicada por episódios, oito no total, no Facebook. Aqui no blog reproduzirei o que foi publicado no Facebook neste post, que ficará em destaque até o final da série.

Tony Grant, que talvez muitos dos leitores já conheçam por suas participações aqui no Jane Austen em Português, é um professor aposentado. Tony gosta de escrever em seu blog, London Calling, onde aborda assuntos que ele gosta muito e Jane Austen, é claro. E Tony é inglês da gema!

Sanditon, Tony Grant episódio 1

Sanditon, por Tony Grant – Episódio 1

Quanto disto é Jane Austen e quanto é Andrew Davies? Eis a questão. Li Sanditon alguns dias antes da exibição deste primeiro episódio para me lembrar das vertentes da trama de Jane e das caracterizações iniciais. O primeiro episódio começou. O cenário rural não era como eu imaginava. Não havia pista estreita no país intransitável pela carruagem em que os Parkers estavam viajando.

A trama original

Suponho que as principais características da trama estavam lá, o acidente de carruagem, os cuidados prestados pela família Heywood, uma florescente amizade entre as duas famílias, os Parkers em busca de cirurgião da região, a oferta a Charlotte Heywood de uma visita a Sanditon. Faltou muito.

O efusivo e amigável Sr. Parker revelou um lado sombrio do romance. Ele odiava e abominava um resort rival chamado Brinshore. Ele fornece uma descrição infernal do tal lugar. Nenhuma menção a esse lugar neste episódio. Eu teria pensado que a rivalidade teria sido um tema poderoso a ser perseguido. Jane Austen criou uma tensão e um contraste entre o antigo e o novo, as estruturas sociais tradicionais e as novas estruturas mais fluidas que um lugar como Sanditon poderia produzir. Nada desse contraste.

Os personagens

Faltam alguns caracteres. Uma das irmãs Parker não existe. Sydney Parker não tem criado para dirigir sua carruagem. Lady Denham parece ter perdido uma de suas três famílias, os Hollis. Somente os Breretons e os Denhams aparecem.

Algumas das caracterizações estão erradas. Sir Edward Denham, que era um tolo e esnobe além do imaginável na Sanditon de Jane Austen, se transforma em um devasso perverso e astuto e determinado a encontrar uma herdeira rica a todo custo. Parece que sua irmã também tem más intenções.

Neste episódio, Charlotte Heywood vê um encontro abertamente sexual entre Sir Edward e Clara Brereton. Jane Austen nunca teria escrito uma coisa dessas. E a maioria dos personagens principais masculinos tira a roupa íntima e vai nadar.

Muitos dos personagens reconhecemos como exemplos exagerados de personagens de outros romances de Austen. Sydney Parker é um Darcy mais rude e mais grosseiro. Charlotte Heywood é uma versão ainda mais teimosa e mais inteligente de Elizabeth Bennet. Sir Edward e Miss Denham se tornaram versões ainda mais perversas de Henry e Mary Crawford em Mansfield Park. Andrew Davies está levando seus personagens a extremos, especialmente a perversa Lady Denham.

Considerações

Jane Austen era mais sutil. Talvez Davies pense que as pessoas hoje sejam incapazes de entender sutileza. Quem sabe?

Apesar de tudo fiquei desapontado. Talvez porque eu conheça e goste da maneira como Jane Austen escreve. Andrew Davies tem conduzido (e nada bem) um elefante através de uma loja de cristais. O que vai acontecer à seguir?

Sanditon, Tony Grant episódio

Sanditon, por Tony Grant – Episódio 2

Andrew Davies jogou TODA a cautela ao vento.

Charlotte, a inteligente

Lady Denham acha que Charlotte é muito inteligente. O Sr. Tom Parker olha para ela interrogativamente e a torna sua contadora. Ela mesma tem uma segunda carreira em mente, é claro, como arquiteta de Sanditon. Quão inteligente você pode ser? Ela anuncia que não quer se casar. Ela olha para Sydney e diz para ele cair fora com suas grosserias. Ela banca o Boa Samaritana e salva a pobre senhorita Lambe de pular de um penhasco e cometer suicídio.

A senhorita Lambe, nesse ponto já foi tratada abominavelmente por causa de sua cor. Existem muitas sugestões e comentários racistas. Essa é Lady Denham novamente.

Trabalhos manuais?

Uma série de conversas e trocas verbais afiadas ocorre, todo tempo, em toda parte, entre Sir Edward, sua irmã e Clara Brereton sobre “trabalhos manuais”. Clara sabe uma coisa ou duas.

O abacaxi

Há alguma réplica na apreciação de um abacaxi. “Não toque no meu abacaxi. Deixe meu abacaxi em paz, “Lady Denham de novo. O abacaxi está totalmente apodrecido, contorcendo-se com vermes e fedendo. Alguns personagens vêm à mente.

Banho de mar e insinuações

E, se isso não bastasse, um Sydney Parker completamente nu emerge do mar, na frente de Charlotte, que vira as costas e tenta conversar mas decide que já teve o bastante e foge. O que aconteceu com a camisa molhada? Dane-se! Problemas demais.

Ação trêmula da câmera embaçada em execução ao lado de Charlotte com alguns sons ofegantes… Caramba. Isso foi cansativo, mas não era Jane Austen.

Sanditon, Tony Grant episódio 3

Sanditon, por Tony Grant – Episódio 3

Podemos esquecer conexões da obra de Jane Austen com esta série de Sanditon? Quase, mas não exatamente. Ainda há ecos de Austen. Portanto, neste episódio, os temas que Andrew Davies expôs nos dois programas anteriores continuam sendo desenvolvidos.

O custo da nova Sanditon

Os trabalhos de construção da nova Sanditon continuam, embora seja realmente a “velha Sanditon” que parece estar sendo reformada e reconstruída. O Sr. Stringer, está desesperado por mais trabalhadores e novos equipamentos para ajudá-lo a construir a cidade.

Tom Parker está mais entusiasmado com Sanditon do que nunca, apesar da angústia de uma possível falha e falência que pareça assombrá-lo. A senhora Parker está evidentemente preocupada com o marido. Ele pede a Sydney para solicitar mais fundos de seus banqueiros em Londres, £ 2000, possivelmente £ 3000. Isso é muito dinheiro no início de 1800.

O acidente

O velho Sr. Stringer, pai do jovem Sr. Stringer, fica gravemente ferido em um acidente quando pedras do trabalho caem sobre suas pernas. Charlotte, claro, faz sua parte de Anne Elliot sob o olhar de admiração de Sydney. Um médico alemão, o doutor Maximillian Fuchs, ou na linguagem do Sr. Parkers, Dr. Fox, realiza uma operação, reajustando a perna.

Um médico para Sanditon

Dr. Fuchs, desculpe, Dr. Fox – aqui na Inglaterra as insinuações são uma legião com um nome assim –, convencido pelo Sr. Parker para vir de Worthing para Sanditon, inventou uma máquina maravilhosa: uma banheira com um chuveiro acionado por um motor a vapor. A Revolução Industrial chega a Sanditon.

Clara Brereton se oferece para experimentar esse banho de chuveiro na frente de uma cética Lady Denham, um cínico Sir Edward e Esther Denham e um esperançoso Sr. Parker e sua família. Tom Parker acha que a introdução do Dr. Fox a Sanditon será um grande incentivo para que mais pessoas visitem e permaneçam em Sanditon.

O banho de Clara Brereton

Escondida atrás de uma cortina circular, Clara faz algo horrível, se auto-mutila queimando deliberadamente seu braço no motor a vapor. É uma trama para continuar nas boas graças de Lady Denham e sua luta com Sir Edward, e a irmã dele Esther, que estão para desacreditá-la e removê-la como possível herdeira de Lady Denham. Uma cena brutal.

Esther Denham se pergunta como ela poderia sofrer tanta dor para conseguir seus fins e crava suas unhas como garras no braço machucado de Clara. Há um elemento de sadismo neste episódio. Clara explica calmamente: “Isso não é nada comparado ao que eu já passei no passado.” Começamos a pensar seriamente sobre sua história passada.

Os hipocondríacos saudáveis

Diana e Arthur Parker de repente se tornam hipocondríacos, um elemento que faltava até agora, enquanto andam vigorosamente e apressados pelos cumes dos penhascos para visitar o médico na casa de Lady Denham, e listando suas doenças em voz alta à medida que avançam: pele seca, febres, úlcera, bócio: a lista é interminável. Mas eles como parecem saudáveis!

Um encontro e uma lembrança¹

Charlotte Heywood e Sidney se encontram na rua e admitem que talvez tenham se desentendido no passado e ambos se desculpam, humildemente. Ecos de Darcy e Elizabeth Bennet. Há um brilho nos olhos dos dois. Você se pergunta, alguma nudez neste episódio? Nenhuma mesma! Que dizer, não é bem verdade, ao ver Sidney, Charlotte tem um flashback bastante erótico.

Sidney Parker e senhorita Lambe

A senhorita Lambe, que aparentemente se recuperou de seus pensamentos suicidas, está se comportando tão rebelde como sempre na luta contra as restrições impostas a ela. Ela parece ter um amor secreto pois usa um relicário no pescoço com a pintura de um rapaz em seu interior. Uma coisa que ainda não entendo é como Sydney Parker é seu guardião até ela atingir a maioridade. Um homem de vinte e oito anos guardião de uma menina de dezessete anos ainda não ficou bem explicado. Obviamente, é necessário um maior desenvolvimento da trama.

Uma teoria para os próximos capítulos

E estou começando a tecer uma teoria sobre a dita senhorita Lambe, uma herdeira muito rica com uma fortuna de 100.000 libras. Mas, não há mais sobre isso agora. Vamos esperar e ver.

Sanditon, por Tony Grant – Episódio 4

Uau! Estamos no meio da série. Este episódio tem surpresas e algumas coisas chocantes. Georgiana Lambe recebe uma carta que ilumina seu rosto e os olhos também. Uma suave ansiedade vem à mente. Mas voltaremos a isto depois.

O passatempo dos irmão doentinhos

Os Parkers, Diana e Arthur, se deliciam e certamente felizes com suas doenças imaginárias. Eles fazem de seus auto-diagnósticos um passatempo. Dr. Fuchs ou Fox, como você preferir, está sendo levado ao desespero.

Stringer, pai e filho

O senhor Stringer, ainda se recuperando de uma lesão na perna, tenta repreender seu filho, o jovem Stringer, sobre sua ambição de ser arquiteto. O pai acha que todos devemos manter nosso lugar neste mundo e ser felizes com nossa sorte, enquanto seu filho é ambicioso e quer progredir e subir na vida. O jovem projetou um pagode chinês para ser o ponto central da nova Sanditon e seu pai zomba de sua ambição e, de maneira bastante perturbadora, seu filho queima seu desenho na lareira. Um momento muito triste.

Charlotte e a senhorita Lambe

Charlotte foi contratada por Sydney Parker para vigiar sua tutelada, a senhorita Lambe, enquanto ele estivesse ausente. Ela organiza um piquenique para distrair Georgiana Lambe, apesar da governanta da senhorita Lambe ser contra o passeio. Quão comum e humilhante era ficar ao ar livre, onde os transeuntes podiam vê-la. Esta é uma referência furtiva a algo no primeiro episódio?

Não, não poderia ser. A senhorita Lambe é persuasiva e nada avessa a mentir, e diz que o Sr. e a Sra. Parker também participarão do piquenique. Assim sendo o piquenique prossegue. A princípio, apenas Charlotte e Georgiana são as únicas participantes do piquenique, mas de repente, aparece um rapaz, Otis Molyneaux. Este é o amor secreto da senhorita Lambem. Lembram-se do relicário no episódio anterior e da letra no início deste? Charlotte acaba ficando comprometida [em relação a sua promessa a Sidney] com essa situação, mas continua apoiando Georgiana.

Os complicados “irmãos Denham”

Clara Brereton espia Lord Edward Denham e sua irmã, em um momento que pode ser interpretado como tendo tons incestuosos, enquanto ele acaricia seu pescoço e aperta com força seu corset causando, aparentemente, dor e prazer. Clara, mais tarde confronta Esther sobre isso. A desculpa é que eles não têm os mesmos pais biológicos. Esther definitivamente está apaixonada por seu irmão. Os “irmãos” discutem. Ele parece menos apegado do que ela. Você pode dizer pelo olhar em seu rosto. Podemos prever todos os problemas que virão à frente.

Lady Denham continua a ajudar Lorde Edward a procurar noivas ricas. Ela elaborou uma lista e parece que Esther, no final, terá que se conformar com Lorde Babbington.

Lorde Babbington continua a perseguir Esther Denham por meio de cartas de amor, embora ela o tenha rejeitado agressivamente. As cartas são grandes neste episódio.

Clara, a dissimulada

Um momento musical muito inteligente dá-se quando Clara toca cravo para o entretenimento de Lady Denham e Esther vê-se obrigada a ficar virando as páginas da partitura e Clara, digamos assim, cruelmente, a aguilhoa ao referir-se em um determinado momento, mencionando os termos musicais em italiano; alegro [ligeiro e alegre], crescendo [aumentando o volume], vivace [vívido] etc. Palavras com significados apaixonados e agitados, que no final levam Esther a explodir em paixão. Pobre criatura!

A volta de Sidney

Sydney retorna no momento exato em que Charlotte o está imitando de forma jocosa para Otis e a senhorita Lambe, na rua. Rose Williams [a atriz] poderia seguir uma nova carreira como imitadora. Ela é muito boa nisso.

Sydney está longe de achar divertido ser ridicularizado e fica muito irritado ao ver Otis, que ele parece conhecer bem, e o já havia proibido anteriormente de ver Georgiana.
Há sugestões de que Sydney tenha conexões com Antígua com menções a escravidão e a escravos e também referências a Otis ter sido escravizado no passado e depois libertado por alguém desconhecido até o momento.

Otis fica magoado com a atitude de Sydney em relação a ele e arrasado, pois ele pode nunca mais ver sua amada Georgiana. Otis e Sydney obviamente já tiveram conversas civilizada antes. A trama complica-se e nos perguntamos o quê estará acontecendo? Quando? Como? E se… talvez…

Charlotte, em seu humor combativo e mal-humorado, perde a calma com Sydney e ele a repreende. Uma batalha verbal totalmente em público: antipatia, repulsa, mal-entendido, são algumas palavras que vêm à mente. O relacionamento deles [Sidney e Charlotte] leva um baque irremediável. Bem, talvez…

Por outro lado, o jovem Stringer e Charlotte obviamente gostam um do outro, respeitam-se e fazem um passeio como amigos pela praia. Se Sydney vai triunfar até o final do episódio 8, isso pode ser apenas uma pista falsa.

Tom Parker em apuros

Tom Parker está com problemas. Sydney não conseguiu obter financiamento extra para seu projeto em Sanditon. O pobre Tom Parker está afundando em uma depressão profunda e também agravando seus problemas ao mentir para a esposa e fingindo que está tudo bem. Lágrimas rolarão, posso garantir para vocês.

Que venha o episódio 5!

Definitivamente, não há nudez masculina neste episódio. Por enquanto você até pode fazer uma “piada chula”, porque depois de um tempo está fadada a esmorecer. A piada, quero dizer.

Na verdade, e estou sendo sincero, tudo isso pode ser um ótimo romance. Apenas não um romance de Jane Austen.

Sanditon, por Tony Grant – Episódio 5

As coisas estão esquentando e começando acelerar à medida que os temas da trama se desenvolvem.

As mulheres de Sanditon

Um aspecto importante de Austen, acho que Andrew Davies destaca e retrata nesta série, é o poder e a força das mulheres que subvertem o patriarcado masculino.

Charlotte continua nervosa. Georgiana continua sendo rebelde e Esther Denham e Clara Brereton continuam sendo perversas. Lady Denham, com sua riqueza, está “autorizada” a mandar em todo mundo. Charlotte continua a atuar como intermediária, entre Georgiana e Otis. Ela traz uma carta para ela e como pretexto para permitir que Georgiana leia a carta nas proximidades da sra. Griffiths Charlotte, lê em voz alta o livro de Mary Brunton, “Self Control”. Uma piada espirituosa do século XVIII ali. Ha! Ha!

Lady Cupido!

Lady Denham continua a bancar o cupido para sua sobrinha Esther. Na verdade, ela escreveu cartas a Lorde Babington em nome de Esther. Ester está envergonhada e fervilhando de raiva, é claro. Um encontro é arranjado entre Lorde Babington e Esther. Ele faz a proposta de casamento a ela. Quem pensaria nisto? Esther o rejeita. Ele é muito devasso para ela, pobre homem. Ela realmente está apaixonada por seu “irmão”, Edward. Mais tarde, um beijo cheio de paixão, prova, indiscutivelmente, a verdade da questão para nós, espectadores.

O jogo de Críquete

A partida anual de críquete de Sanditon, entre os trabalhadores e os cavalheiros, é um atrativo para a multidão e uma propaganda positiva para a cidade. Tom Parker está desesperado para que isso aconteça, mas há o problema dos trabalhadores da construção civil, que eles realmente compareçam para jogar. Eles constituirão uma das equipes mas ainda não receberam os salários. O jovem Sr. Stringer, o capitão da equipe de trabalhadores, e também desesperado, precisa de dinheiro para materiais e equipamentos para construir Sanditon. Tom Parker está realmente numa trapalhada e parece estar piorando cada vez mais para ele.

Toda Sanditon aparece na praia para assistir à partida. Lady Denham, Clara, Esther, Georgiana e Charlotte e muitos outros espectadores. A equipe de cavalheiros espera a chegada da equipe de trabalhadores. Tom Parker, para garantir sua participação, promete a eles seus salários. Os trabalhadores chegam, mas o jovem Stringer, em voz alta, diz para todos da falta de pagamento dos trabalhadores. Lady Denham e a Sra. Parker, que foram mantidas na ignorância sobre a terrível situação financeira agora sabem tudo. O que vai acontecer à seguir?

O jogo começa. A equipe dos trabalhadores estava completa as para 86 corridas. Os cavalheiros entram no jogo e estão indo bem. Parece um jogo equilibrado.

Charlotte, a jogadora

Um dos cavalheiros não pode revezar e Charlotte se oferece para substituí-lo. Proposta chocante! Afinal, este é um jogo de cavalheiros. Charlotte, imperturbável, conta como costumava jogar críquete com seus irmãos e irmãs. Ela entra no bastão e faz as últimas corridas para a equipe dos cavalheiros que  vencem o jogo. Outra batida no patriarcado. Hurrah! Entretanto o arremesso brando e o cavalheirismo do Sr. Stringers podem ter tido algo a ver com isso.

A fuga de Miss Lambe

Enquanto todo mundo está distraído com o críquete, Georgiana escapou e fugiu para a cidade onde acredita que vai encontrar Otis. Otis não está lá, mas ela é encapuzada e colocada dentro de uma carruagem e levada embora.
Charlotte fica horrorizada. Ela e Sydney tem outra briga. Isso está se tornando um tema regular nesta série.

Partiu, Londres

Charlotte, mal-humorada como ela é, decide ir sozinha para Londres, para encontrar Georgiana que foi levada para lá.

Será?

Lady Denham nos mantem informados durante todo o episódio que ela não sente nada bem. Clara a encontra desfalecida no último momento antes dos créditos finais do episódio. Terá morrido, finalmente, a “bruaca velha”? Clara, Esther e Lord Edward se atreverão a ter esperanças com a herança? Isso está se transformando em uma versão animada de Miss Marple ou mesmo Poirot. Veremos. Tudo está no ar. Ufa. Emocionante.

Sanditon, por Tony Grant – Episódio 6

Pense nos filmes europeus dos anos 40. Pense em Graham Greene, “Terceiro Homem”, estrelado por Orson Wells, filmado em preto e branco. Charlotte chega a Londres à noite, encontrando-se nas ruas escuras, sujas e fedorentas, cheias de personagens perigosos a cada momento, em todas as portas e becos. “Eu não sei onde estou?” Ela começa a vagar sem rumo a procura do endereço que tem de Otis, um esforço sem chances ao que tudo indica. Ela está fora de seu meio. Um homem a agarra por trás e imaginamos que todos os tipos de coisas terríveis estão prestes a acontecer quando um personagem alto e corpulento de preto intervém e brutalmente dá um soco no agressor.

Sidney no melhor estilo Mr. Darcy

De repente, Sydney está ao seu lado, pronta para lutar contra todos os atacantes. Devo admitir que fui negligente nesta área das habilidades de Sydney como pugilista. No primeiro episódio, falhei em informar que Sydney participa de uma luta de boxe para entretenimento de uma plateia. Ele espancou selvagemente e derrubou seu oponente. Então… Sydney tem histórico na arte de lutar. Deve ter sido um milagre que Sydney estivesse lá no momento em que Charlotte estava prestes a perder, talvez até sua vida. Mas essa é uma história de Andrew Davies, é claro.

Otis, o submundo

O endereço de Otis é uma pousada perto das docas. Ele usa esse endereço apenas para pegar sua correspondência ocasionalmente. Otis não mora no local. Sydney e Charlotte perguntam sobre Georgiana. O único lugar possível onde ela pode estar é um bordel. Charlotte, em sua inocência, entra com Sydney, que é bem conhecido pela senhora. Oh, meu Deus. Está ficando pior! Parece que Sidney é ou era um cliente. Charlotte, estranhamente, não parece muito perturbada por essa revelação. Eu pensei que ela teria ficado. Parece que Georgiana foi vendida a um cavalheiro rico que, quando o vemos, tem alguma semelhança com os retratos do Príncipe Regente. Ele quer se casar com Georgina por sua herança. Descobrimos que Otis é um jogador e está profundamente endividado com esse sujeito desagradável que quer casar com Georgiana.

Sidney, Georgiana e Antígua

Começamos a entender parte do comportamento de Sydney em relação a Otis e Georgiana. Em Antígua o pai de Georgiana está morrendo e confiou a filha aos cuidados de seu amigo, Sidney, até que ela complete a maioridade e possa reivindicar sua herança.
Sydney acha que Otis é um predador que quer apenas se casar com Georgina para ficar com sua fortuna e assim pagar suas dívidas de e para sustentar seu vício. Maridos naquela época assumiam, legalmente, o controle da riqueza de suas esposas.

Sidney e Charlotte acabam encontrando Otis e ele nega essa versão dos fatos e se sente muito mal por isso. Ele ama Georgiana.

Fuga e resgate

Os três encontram a casa do cavalheiro que comprou e pagou por Georgiana e descobrem que fugiu com para Gretna Green, conhecido lugar na fronteira com a Escócia onde a licença para se casar é desnecessária. Isso me lembra Wickham e Lydia, mas não temos tempo para fazer conexões.
As coisas estão se movendo em um ritmo acelerado. Eles, o raptor e Georgiana, já foram embora algumas horas antes.

Charlotte e Sydney pegam uma carruagem para interceptá-los. Uma perseguição de carruagem ocorre a uma velocidade, todo o ritmo intenso de talvez 30 quilômetros por hora, quando as coisas estão boas. A emoção aumenta e os condutores empatam e agitam os cavalos em movimentos cada vez mais rápidos. Sydney dá um salto e pula para o banco da carruagem onde está Georgiana. Uma cotovelada certeira no queixo e o condutor fica inconsciente. Sydney para a carruagem e recupera Georgiana. O corpulento, sequestrador pergunta, “E as minhas 1800 libras?” Na verdade, isso é uma quantidade considerável de dinheiro. Depois da aventura, Georgiana é devolvida a Sanditon em segurança, intacta e imaculada. Eu imagino.

Sidney ajuda o irmão

Enquanto isso, de volta ao rancho, desculpe, Sanditon, as coisas não estão indo bem. Tom acha que atingiu o fundo do poço. Ele não pode pagar seus trabalhadores. Não há mais dinheiro para materiais e ele se desespera por ter perdido a confiança de sua querida esposa. Em seu olhar podemos perceber sua profunda depressão. Sydney é informado sobre essa situação em uma conversa com irmão. Sydney oferece £ 3000 de seu próprio dinheiro. Tom está vexado e agradecido. Ele foi salvo. Por enquanto. Ele ainda tem que fazer as pazes com sua esposa.

Eu tenho minhas suspeitas sobre a riqueza de Sydney. Obviamente, ele ganhou dinheiro em suas aventuras nas Índias Ocidentais, embora declare a Charlotte que lamenta a escravidão e não a tolere. Então, como ele conseguiu sua riqueza? Outro episódio irá revelar mais. Só faltam dois.

O testamento de Lady Denham

No final do último episódio, Lady Denham parece estar morrendo ou já está morta? Não, ela ainda está viva, acamada e enfraquecida e declara com uma voz débil. ” Eu estou bem. Não há nada errado comigo. Vou me recuperar.” Devemos acreditar nela? Lorde Edward inicia uma busca frenética pelo testamento de Lady Denham, procurando dia e noite. Ele revira todos os lugares imagináveis. Sua irmã Esther acha que, mesmo com a posse do testamento eles não poderão convencer Lady Denham a mudar o documento.

Apenas quando a busca dele se prova infrutífera, Clara aparece, segurando entre o polegar e o indicador, o testamento. Ela o possuía o tempo todo. Lorde Edward promete que ela pode ter uma quinta parte do que ele herdar. Eles destroem o documento jogando no fogo. Sem testamento Lorde Edward será o herdeiro natural se não houver outra evidência.
Clara concorda com essa divisão, no entanto, ela tem outras ideias.

Clara, a obscura

Tendo em mente o bordel de Londres, nos perguntamos mais sobre o passado de Clara, que assumindo o comando, facilmente seduz Edward numa cena constrangedora, digna de romances vulgares. Logo em seguida aumenta suas exigências para um quarto da herança. E por quê? Como? Porque ela ameaça contar a Esther o que acabou de acontecer e também, suponho, se ela engravidar, esse será outro fator para ajudar Lorde Edward a manter sua palavra.

Não posso deixar de pensar que a astuta Lady Denham terá mais de uma cópia de seu testamento. Certamente o advogado dela terá uma cópia. Mas veremos. Então, você gostaria de saber o que foi escrito no testamento? Claro que você gostaria. Clara e Edward leram antes de destruí-lo. A maior parte da herança iria para o desenvolvimento de Sanditon. O resto, bem, para um santuário (reserva) de burros. Não, não estou brincando.

O baile de Londres

De qualquer forma as coisas estão começando a melhorar para Tom Parker e Sanditon. Lord Babington, que agora parece ser um bom sujeito e não o dissoluto que todos pensavam, organiza um baile em Londres para todos os socialites de modo a promover uma regata a vela que Tom quer promover na costa de Sanditon. Tom acha que essa regata será o destaque do ano e atrairá muito mais pessoas para Sanditon.

O baile acontece e Charlotte, mesmo relutante, comparece. Sydney mudou de ideia sobre Charlotte e mostra-se mais atencioso com ela. É este o começo do amor? Quando conhece uma senhora misteriosa e sofisticada, na estufa que fica nos fundos do salão de baile, senhora esta que diz a Charlotte que é amor que ela sente por Sidney. Quem será essa senhora? Charlotte revela seus pensamentos e sentimentos confusos e a senhora diz que ela está apaixonada. Sydney chega para levar Charlotte de volta à pista de dança. Mas uma reviravolta no final revela que Eliza que no passado preteriu Sidney e casou-se com outro homem por dinheiro, está participando do baile. Ela agora é viúva. Sydney mostra-se atencioso com Eliza e obviamente se distrai conversando ela. Terminamos este episódio, a câmera no rosto de Charlotte, perturbada e sem saber o que está acontecendo.

Sim, isso está ficando muito bom. Mas, como eu disse antes, definitivamente não é Jane Austen.

Sanditon, por Tony Grant – Episódio 7

Se você tiver assistido A família Adams, comédia americana sobre uma família composta de fantasmas e monstros você pode imaginar o início deste episódio, o penúltimo de Sanditon.

Lady Denham em seu leito de morte

Em um quarto escuro, Lady Denham está deitada como se fosse um cadáver, cercada de sua família, supostamente sofrendo, Edward e Esther Denham e Clara Brereton, todos parecendo adequadamente pesarosos. Lady Denham ainda não está morta, mas presumimos que está por um fio. Esther fica sozinha com a tia e despeja todo rancor que carrega em seu coração nos ouvidos de Lady Denham, que está morrendo, contando para ela todos os planos deles, a família, para roubar sua riqueza. Ela fala da queima do testamento, do que aconteceu entre Edward e Clara no piso de seu salão de baile. Esther é venenosa e zomba ao contar tudo para a tia. Lady Denham, aparentemente, não dá sinal algum que tenha consciência do que Esther disse.

O espectador não pode deixar de pensar que toda essa ira certamente não será desperdiçada neste episódio dramático. Existe a sensação irreprimível de que Lady Denham de repente se restabelecerá e gritando nos fará pular de susto. Estaria ela consciente o suficiente para absorver a bile e a maldade que Ester derramava em seu ouvido?

Um banho de mar para acalmar o coração?

Cedo da manhã uma névoa se dissipa sobre o mar. Ao longe, nas areias imaculadas, planas e amareladas, sob um céu azul pálido da manhã, surge uma forma revigorada e nua de Sydney, de seu banho de mar no início da manhã. Então, de repente, a câmera se volta para uma imagem de suas pernas delgadas e peludas enquanto ele aparentemente seca a metade superior do corpo com uma toalha. Todos os pensamentos eróticos são anulados. Bom sexo é estar inflamado com paixão. Nesta cena temos apenas pernas peludas molhadas.

Theo James, que interpreta Sidney Parker, tem permanentemente o cenho franzido, com olhar preocupado, confuso e angustiado. Essa expressão facial manteve-se inalterada até agora em todos os sete episódios. Duvido que, com essa expressão aparentemente congelada em seu semblante mude.

Lady Denham renasce apesar dos maus augúrios

Clara, Edward e Esther estão profundamente chocados com as notícias. Lady Denham se recuperou totalmente. Dr. Fox está encantado. Além do mais, ela estava “compos mentis” (em total controle de sua mente) durante todo o discurso raivoso de Esther, sobre o ódioque sentiam por ela e as coisas horríveis que imaginavam fazer enquanto ela estava aparentemente inconsciente. Ela sabe de todas intrigas sórdidas que estavam acontecendo.

Depois da falta de erotismo da cena das pernas peludas de Sidney, Lady Denham dá outro grande pontapé no erotismo. Ela ficou tão enojada só de pensar em Clara e Edward deitados no seu salão de baile que decide trocar todo o piso. Um completo “banho frio” no ardor de Edward e Clara. Ela parece querer que Esther fique, talvez por algum motivo nefasto, atraindo-a com o pensamento de que só resta Esther para herdar sua fortuna. Mas não é isso que parece ser seu real motivo. Eu não sei. Lady Denham obviamente ainda tem algum truque na manga.

Tom Parker e sua regata

Tom Parker continua com seus planos para a regata que deveria ser uam corrida de esquife (canoas leves) com remadores em um rio local. Qualquer um que mora ou visitou a costa sul da Inglaterra sabe que uma regata é uma corrida entre barcos à vela, mas suponho que seria muito complicado e atrasaria um evento para uma série de TV. Andrew Davies transpõe a regata para uma corrida de remo no rio.

Lady Worcester, a misteriosa mulher que deu conselhos sobre o amor para Charlotte, que a conheceu no baile de Londres, chega em Sanditon com todos os seus amigos ricos e aristocráticos. Tom Parker acredita que ela veio para assistir a regata, mas na verdade está em Sanditon para ver Charlotte. É claro que a regata se beneficia de sua presença e de seus amigos aristocratas.

Eliza Campion está entre os convidados e veio para Sanditon continuar seu relacionamento com Sidney. Charlotte sente-se rejeitada e num turbilhão de emoções. Charlotte e Sidney tiveram seus momentos e olhar de dolorosa confusão de Sidney é uma excelente atuação. Eliza, é claro, comanda a maior parte da atenção de Sidney. Ela está começando a ver Charlotte como adversária na disputa do afeto de Sidney. Ele está apenas confuso.

Durante a regata, Charlotte realiza trabalho de contadora para o Sr. Parker. Ela anota e registra os recibos dos apostadores, enquanto Lady Worcester, Eliza Campion e todos outros espectadores de Sanditon assistem o jovem Stringer vencer a regata com pouca diferença do barco do irmãos Parker. Charlotte tem um minuto ou dois com Stringer, que obviamente está apaixonado por ela, sem que ela perceba. O último episódio trará o desfecho dessa situação. Tem que trazer.

Lady Denham não perdoa

Lady Denham tem uma das melhores falas neste episódio. Ela faz um discurso sincero para seu sobrinho e sobrinhas explicando a corrupção e miséria que o dinheiro traz e fustiga os três usando esta brilhante palavra para descrever seus comportamentos: venalidade.

Lorde Edward é visto vagando pelas ruas de Sanditon cambaleando bêbado. Ele sorri para Esther quando descaradamente anuncia “Nós ganhamos. É tudo nosso”. Ele pensa que Esther é a única herdeira e que dividirá com ele o que quer que ela consiga receber. Esther o rejeita. Ele partiu o coração dela e a tratou abominavelmente, agora ela abriu os olhos para o tratamento atroz de Edward. Ela o rejeita completamente. E assim, Edward, aquele ser rastejante, pomposo, vaidoso e de caráter revoltante é colocado em seu devido lugar. Uhu! Você sente vontade de gritar.

Mas o que Lady Denham realmente reserva para Esther? Talvez ela tenha um castigo cruel preparado por sua participação em todo o subterfúgio. Há alguma esperança positiva para ela.

Lorde Babbington não é o que parecia

Lorde Babbington, que no começo sempre aparecia como um “playboy”, e bonvivant se transformou em uma pessoa gentil e carinhosa, especialmente com Esther. Ele a ama e confessa que só pode imaginar os terríveis atos e injustiças que o irmão tenha feito com ela. Ele não desistiu de Esther. Ele se aproxima dela novamente para se casar com ela. Pelo olhar no rosto de Esther, um olhar de esperança duvidosa, ela pode estar mudando suas ideias em relação a ele. Novamente, o último episódio nos revelará.

Lady Worcester, uma incógnita

Lady Worcester volta para Londres e anuncia que retornará a Sanditon com um amigo. Tom Parker imagina que esse amigo seja o Príncipe Regente. Eu, pessoalmente acho que Lady Worcester é muito sã, bondosa, inteligente e séria para ter um relacionamento com aquele libertino. Eu ficarei desapontado com ela se de fato for ele o amigo. Certamente não é. Fico imaginando quem será? E por que ela está tão interessada em Charlotte? Veremos. Isto está ficando interessante.

Quase acreditamos que Sidney iria embora

O episódio termina com Eliza Campion retornando para Londres, aparentemente com Sidney e nós ficamos com Charlotte com uma expressão desolada e o coração partido. De repente Sidney aparece, olha para Charlotte e diz: “Eu somente sou o meu eu mais verdadeiro quando estou com você.”
Fim do episódio. Créditos passando na tela. Caramba! Isso é bom ou não?

Sanditon, por Tony Grant – Episódio 8

Bem, cá estamos nós, no episódio 8 e achamos que tudo será resolvido, ou não. Jane Austen encerraria as coisas com delicadeza e daria esperança a nossos personagens, esperança, assim como nós, leitores, de coração damos nossos melhores votos para o futuro de todos. Mas, e Andrew Davies, o que terá imaginado para Sanditon?

O passeio de Charlotte

O episódio começa com Charlotte Heywood sozinha caminhando ao longo das planas e largas areias amarelas da praia de Sanditon, com um mar calmo ao fundo e um favorável céu azul. Nós quase desejamos caminhar com ela, mas é um momento só de Charlotte, contemplativo e eu não quero interromper sua calma solidão.

Sua caminhada a traz de volta para o centro de Sanditon com transeuntes, carruagens transitando e Tom e Sidney, parados na rua contemplando o progresso da cidade.

Um momento de auto satisfação e com alguma esperança para Tom Parker, até então perturbado com as circunstâncias. Tom com sua efusiva maneira de ser cumprimenta Charlotte, mas ela e Sidney olham-se friamente, ambos guardam as lembranças de seu último encontro e o que disseram.

A cena muda para Charlotte visitando Georgiana em seu quarto e as duas falam sobre Otis e outro assuntos quando Sidney reaparece para verificar como está sua rebelde tutelada.

A confissão de Sidney Parker

Charlotte e Sidney tem um momento para conversar e as palavras de Sidney serve para ambos: “Eu somente sinto meu verdadeiro eu quando estou com você.” Nós podemos sentir a química entre os dois. Eles estão, evidentemente, começando a sentir um ligação mútua muito forte.

O jovem Stringer recebe uma proposta

O Jovem Stringer conta para seu pai que recebeu uma carta informando que um arquiteto de Londres quer contratá-lo como aprendiz. Seu mal-humorado pai não fica impressionado com a notícia, mas o jovem permanece firme em sua ambição.

Lorde Babbington não desiste

Lady Denham tornou-se uma tirana com Esther, dando ordens e fazendo exigências: “Toque o cravo para mim”, “Toque isso e cante também.” Isso está ficando desagradável. A velha bruaca!

Lorde Babbington chega inesperadamente e quer cumprimentar Esther. Ela se recusa, mas Lady Denham a obriga a sair para um passeio de carruagem com Lorde Babbington. O passeio de carruagem começa com um clima gelado. Enquanto andam pela praia, lorde Babington sugere que Esther tome as rédeas. Algum tipo de simbolismo para o que está prestes a ocorrer, eu acho. Ela assume a condução dos cavalos e eles correm a uma velocidade vertiginosa pelas areias. Percebe-se alegria e satisfação no rosto de Esther, ela começa a divertir-se.

Lady Denham revela seu passado amoroso para Esther e de como ela perdeu seu grande amor porque ela não era socialmente aceitável. De repente o espectador começa a simpatizar com Lady Denham, assim como podemos ver pelo semblante de Esther, de como ela também compreendeu. Esther também está mudando seu modo de ver Lorde Babbington. Quando ele propõem novamente casamento, eles tem uma discussão sobre liberdade. Ela estará pronta para tomar suas próprias decisões? Ela será uma amante? Lord Babbington assegura que a ama justamente por seu espírito livre e que não a quer de outra maneira. Esta é uma discussão sobre o papel e a influência das mulheres no casamento. Um ótimo comentário social do século XVIII. Esther, diante dessas afirmações concorda em se casar com Lorde Babbington e eles se beijam Hurrah! Um bom beijo, mas não tão bom quanto o que está por vir!! Aguarde agora.

Sidney e Charlotte passeiam sozinhos pelas colinas e…

Sidney acompanha Charlotte que vai na costureira. No entanto, enquanto andam, Sidney percebe que está saindo dos limites da cidade, mas Charlotte não se importa. Ela tem aquele perdido, de quem está amando. Eles olham nos olhos um do outro, seus corações estão batendo, nossos corações estão batendo! Ambos admitem não dormiram pensando no que Sydney disse sobre Charlotte, fazendo-o sentir o seu verdadeiro eu. Eles fazem uma pausa. Eles olham nos olhos um do outro mais um pouco. A câmera se aproxima e os dois rostos estão cada vez mais perto. Eles fazem uma pausa. Eles olham. Nós olhamos. Seus lábios estão quase se tocando. Então!! O climax. Eles se beijam. Uau! Júbilo por todos os lados.

Eu estou exausto escrevendo este texto. Agora você deve ficar ciente, Sidney ainda não pediu Charlotte em casamento. Então vamos esperar mais um pouco.

O baile e o escândalo de Sir Edward

Charlotte e a senhora Parker chegam no baile juntas. Charlotte pode falar francamente com a sra. Parker e pergunta: “Como você sabe que está apaixonada?” e ela responde, “Com o sr. Parker eu sabia. Você simplesmente sabe quando está.”

A cena do baile, com lustres e velas, é um espetáculo muito brilhante e cintilante. Tom Parker anuncia à multidão reunida: “Que a alegria seja ilimitada”.

Nesse meio tempo o jovem sr. Stringer apronta-se para o baile e discute com seu adoentado pai, sobre suas ambições de ascender socialmente e suas esperanças em relação a Charlotte Heywood. O jovem, obviamente está apaixonado por Charlotte e também com seu futuro como aprendiz de arquiteto. O sr. Stringer é contra a todas ambições do filho e eles se separam estremecidos um com o outro. \o sr. Parker ficou sozinho e aparentemente teve um ataque cardíaco caindo com um castiçal com a vela acesa. Podemos imaginar as consequências. A cena vai para o baile. As coisas começam acontecer mais rápido; Georgiana confronta seu guardião, Sidney, e quer saber quais são as intenções dele em relação a Charlotte. Ela não gosta de Sidney. O jovem Stringer dança com Charlotte e ela admite para ele que ama Sidney. Ele porta-se muito bem e falam sobre seus planos para o futuro e seu aprendizado para arquiteto, e Charlotte é muito solidária e encorajadora. Este pequeno problema está resolvido.

Lady Denham e Esther chegam no baile. Lorde Babbington espia Esther e admite para seus amigos que a ama. Ele obviamente está enfeitiçado. Eles dançam juntos e tudo está indo muito bem até a chegada de Lorde Edward, aos berros, sem ser convidado. Ele revela seu amor por sua “irmã” e implora que ela vá com ele. Todo mundo no baile fica horrorizado, agora todos de sua relação incestuosa. Sidney retira Edward do baile sabe-se lá para onde. Esther olha suplicante para Lorde Babbington. Ele reitera seu amor e afirma que não se importa sobre o passado dela. Tudo acaba bem. O baile continua. Ldy Denham quando perguntada sobre tal revelação disse que não tinha opinião a respeito do assunto.
Sidney conseguiu dançar com Charlotte e tiveram nova cena no balcão e não conseguiu fazer o pedido de casamento foi interrompido pelo fiasco de Edward. Somos mantidos na expectativa. Quando ele dirá as palavras?

Sanditon em chamas

Um alarme é dado. Sanditon está em chamas. O fogo começou com a queda do senhor Stringer tendo uma vela acesa na mão. Todo um andar da construção está em chamas. Baldes de água, uma corrente de pessoas ajudam e Sidney maneja uma carreta de bombeiros do século XVIII, enquanto chegam mais pessoas para ajudar. Eles apagam o fogo mas o andar está destroçado.

No dia seguinte Tom e Sidney olham os destroços. Arthur e Diana juntam-se a eles. Os Parkers resolvem reconstruir Sanditon, com um padrão melhor ainda. O seguro cobrirá as despesas. Ah! O seguro. Tom não havia feito o seguro para a construção de Sanditon.

Diana promete seus investimentos e Arthur também. Eles são completamente altruístas apesar de suas peculiaridades irritantes. Sydney pergunta quanto seria preciso para pagar o débito. Tom responde, 80.000 libras. “Caramba!!” Estou sem palavras. Melancolia e desgraça pairam sobre o grupo.
Estamos quase no fim agora. Arthur e Diana retornam para Londres. Dr. Fuchs passou a morar na rua Harley e eles pretendem visitá-lo.

Sydney e Tom pedem algumas semanas a Lady Denham, pagar o que devem a ela, mas ela está irredutível. Charlotte fica imaginando o que vai acontecer. Sydney vai a Londres e consegue o dinheiro necessário para cobrir os custos de Tom. Tudo é alegria.

Sidney e uma terrível verdade

Sydney e Charltote são deixados a sós para conversar. Sydney parece grave. Charlotte quer saber o que há de errado com ele, que confessa que se comprometeu a casar com Eliza Campion para ela emprestar o dinheiro para salvar Sanditon. Meu Deus!!! Charlotte está devastada. Sydney também parece um homem alquebrado.

Mas temos um casamento alegre. Lord Babbington e Esther Denham se casam com grandes celebrações. E a multidão reunida parece extremamente feliz, incluindo Charlotte, Sydney e Eliza, que voltara a Sanditon para reivindicar Sydney. Suponho que estejam felizes pelo casal recém-casado.

Charlotte volta para casa com o coração partido

Charlotte decide voltar para casa e para sua família. E, no final, a vemos em uma carruagem pelos penhascos. Mas espere, de repente Sidney aparece cavalgando e faz com que o cocheiro pare a carruagem. Charlotte e Sydney conversam e ele professa seu amor eterno, mas ele deve se casar com Eliza. Charlotte, com o coração partido, continua a viagem. Estamos com o coração partido por ela e por Sydney que está perdido. FIM.

Perguntas finais de um espectador

Tantos fios soltos. Georgiana e Otis, o como ficam? O que acontecerá a longo prazo entre Charlotte e Sydney? Certamente Eliza deve morrer em algumas circunstâncias horríveis para deixar Sydney eventualmente livre? Sanditon será reconstruído? Tom Parker terá uma vida estável? Stringer se tornará o maior arquiteto já conhecido? O que acontecerá com Lady Denham? E quanto ao covarde Sir Edward e Clara Brereton? Eu posso vê-la dirigindo um bordel em Covent Garden, mas essa é apenas a minha opinião. Tantas coisas. Sim, eu sei, devemos ter uma segunda série. Andrew Davies não pode nos deixar assim. Pode?

 


¹ Vídeo desse encontro, com legendas em português (minhas, Raquel) no Facebook.

Imagens: ITV

4 Comentários

  • generalgtony

    Hi Raquel. First of all, thank you so much for posting my reviews / précis of each episode. I have enjoyed our collaboration so much. Every Sunday night I have concentrated hard in front of my TV screen making notes. I absolutely loved the process. You are an amazing translator. I shall miss doing this and hope we can work together again in the future. Love Tony

Deixe uma resposta