Processo Landmark: resultado

Categorias Persuasão

O processo da editora Landmark contra mim, Raquel Sallaberry Brião, e a tradutora e historiadora Denise Bottmann, movido em fevereiro de 2010, teve seu resultado publicado em 12 de abril de 2017 pelo Tribunal de Justiça de São Paulo e pode ser lido na íntegra neste documento: Acórdão-processo.

Resumo do resultado do processo nas palavras do Tribunal:

As rés imputaram aos autores a prática de plágio, relativamente às edições das obras literárias apontadas no processo, acusação formulada pela ré Denise no blog“não gosto de plágio” e depois reproduzida pela ré Raquel no site www.janeausten.com.br”
[…]
Pelas razões expostas, entendo demonstrado o plágio, fato a afastar a ilicitude das publicações veiculadas pelas rés a esse respeito no blog e no site indicados no processo.

Para quem não conhece o processo e não quer ler um documento relativamente grande, faço um resumo dos acontecimentos: a editora Landmark, que publica livros de Jane Austen, em 2010 processou a mim e a Denise por termos publicado sobre o plágio da tradução de Persuasão feita pelo sr. Fábio Cyrino que também é proprietário da referida editora. O processo completo está neste link do Tribunal: Processo 01335047-31.2009.8.26.0001.

A todos que nos apoiaram, meu muito obrigada!

7 comentários em “Processo Landmark: resultado

  1. Parabéns pelo resultado do processo, deve ter sido um alivio para vocês.
    Abraços.

    1. Bruno,
      sim foi um alívio. Muito obrigada.

  2. Não esperava outro resultado. Parabéns por mais uma batalha vencida, se houver recurso para STJ não desanime será outra Vitória.

    1. Cleidine,
      muito obrigada. Não sei se tem recurso.

  3. Parabéns, Raquel! Fico felicíssima com este resultado que apenas comprovou a retidão sua e da Denise em transmitir, através de seu blogue informações o mais corretas possíveis a todos nós que o acompanhamos. Espero que isto sirva de lição, principalmente para a referida editora, assim como sirva de cautela para outras, que porventuram pensem em imitá-la. Continue sempre assim, com suas preciosas informações.

Não é possível comentar.