Persuasão Via Leitura
Persuasão

Persuasão – Via Leitura Edipro

Persuasão, publicado pelo selo Via Leitura do grupo Edipro, com tradução e notas de Carla Bitelli, é o mais recente lançamento da obra de Jane Austen.

Em capa dura e guardas ilustradas, esse tipo de edição está se tornando um atrativo para quem coleciona livros, principalmente admiradoras de Austen, as janeites. A capa é de autoria de Marcela Badolatto.

Conversei um bocadinho com Carla Bitelli, a tradutora e também produtora editorial, e fiz esta micro entrevista.

Jane Austen em Português Você já conhecia Jane Austen e sua obra antes de traduzir Persuasão?

Carla Bitelli Eu já conhecia a Austen. Sou uma grande fã da autora, tenho diversas edições estrangeiras e traduções, bonecas e até mesmo uma tatuagem inspirada na autora. Foi por sugestão minha que a editora Via Leitura decidiu publicar a Austen.

JAP Como foi o trabalho de tradução?

CB A tradução foi um desafio, mas mais na questão da linguagem neste caso, pois eu já tinha familiaridade com o universo e a época da Austen e de suas personagens.

JAP A editora tem planos para traduzir mais Jane Austen?

CB Sim, inclusive já temos outra tradução da Austen em andamento, com planos de lançamento para este ano ainda: Orgulho e preconceito com tradução de Eloise De Vylder.

O livro já está à venda em várias livrarias online e na Amazon vocês tem a opção ebook onde podem ler um trecho do livro.

Agora é só aguardar meu exemplar para a Biblioteca Jane Austen!

5 Comentários

  • Eugênio Apocalypsico

    Detesto futilidades, mas não custa nada desmascarar mais uma “tradutora”, encarregada da “tradução” dessa porcaria da Jane Austen. Nada a ver contra as mulheres, que muito admiro. Faço isso com “tradutores” mascarados também. Só para terem uma ideia, numa olhadela despreocupada no texto de “Persuasão”, achei isto: “O temperamento sanguíneo do rapaz.” Hã?… Que absurdo!… Bem, o leitor não têndi nada mesmo, né. Que se dane ele. Em todo caso, o que a ilustre autora quis dizer é o seguinte: “A confiança do rapaz, a atitude de confiação do rapaz; o otimismo do rapaz, a atitude otimista do rapaz” etc. Bem, esta é EXATAMENTE a ideia que a autora transmitiu no trecho, INDEPENDENTEMENTE da construção mais ou menos primorosa das frases que propus como exemplos. Se não acreitam e sabem alguma coisa de inglês, vejam citação a seguir de dicionário monolíngue confiabilíssimo:

    Merriam-Webster’s Advanced Learner’s Dictionary
    sanguine
    /ˈsæŋgwən/ adj [more ~; most ~]
    formal : confident and hopeful [=confiante e otimista, animado, esperançoso etc.]
    She has a sanguine disposition/temperament. [=Ela é (uma pessoa) otimista., por exemplo]
    He is sanguine about the company’s future. [=Ele está confiante no/otimista com o futuro da empresa., por ex.]

    Viram? Portanto, pelo menos para mim, muito experiente na área, está claro que a tradutora é relaxada, insensata, ignorante, para dizer o mínimo. Não pesquisa, não consulta. Talvez nem saiba fazê-lo. E quem não sabe o elementar certamente escorrega no complicado, no difícil, no abstruso, no absconso, no recôndito, na escuridão… Palavra de profeta…

    Vou analisar a obra por inteiro se possível – afinal, tenho que ganhar o pão de cada dia. Sinto muito, mas acho que vou decepcionar os fãs brasileiros da Austen. Pois acredito, considerando esse erro gritante, deve haver outros, ainda mais escandolosos…

    Estudar, pesquisar, consultar é preciso. Adivinhar, inventar é impreciso… Gostam de fado?

    Eugênio Apocalypsico
    Tradutor com mais de 20 anos de experiência e dezenas de obras traduzidas.

Deixe uma resposta