web analytics

Estou assistindo a minissérie Call The Midwife que recomendo para todos pois é uma delicadeza de história que se passa nos anos 50 e mostra o cotidiano do bairro East End em Londres e as dificuldades de seus moradores, principalmente das mulheres e suas inúmeras gravidezes. Nessa época ainda sem a pílula anticoncepcional que só começou a ser vendida em 1960, e com alto índice de nascimentos, as mulheres ainda utilizavam as parteiras e por esse motivo o título “chame a parteira” (call the midwife).

A série é baseada nos três livros de Jennifer Worth que foi parteira nessa época: Call the Midwife, Shadows of the Workhouse e Farewell to the East End. A série Call the Midwife, da BBC, está no Netflix Brasil.

Mas o motivo de fazer este post, além de gostar da série, é uma menção a Jane Austen. Numa conversa com o Dr. Turner, um viúvo apaixonado por uma freira, que reluta em deixar o hábito por amor, a parteira Trixie comenta que recebe cartas frequentes dela, apesar de não se poder comparar com Jane Austen.

Minha interpretação desta pequena fala é que a freira apesar de escrever muito nunca entrava em detalhes como Jane, que contava tudo e mais um pouco para a irmã Cassandra!

Call the Midwife

Views: 90

Artigos recomendados

8 comentários

  1. Bom saber que a série é legal, está na minha lista do Netflix mas ainda não parei para assistí-la, vou me programar para fazê-lo em breve.

  2. Adoro essa série! É sensível e delicada, muito boa, mesmo. Aliás, as séries da BBC geralmente são muito bem feitas, mesmo.

  3. Raquel, adorei a dica…comecei a assistir e já estou no fim da terceira temporada. As séries da BBC são ótimas! 😉

  4. Meu Deus, eu amo essa série! É simplesmente fantástica. Eu acabei a 3ª temporada na Netflix e acho que vou ter que ver a 4ª online por aí (se eu achar). Super recomendo. Se trata de tantos assuntos com uma leveza.. Queria ler os livros mas não se se tem disponível em português.

Deixe uma resposta