web analytics

Diário de Mr. Darcy chegou esta semana e a primeira coisa que fiz foi apresentá-lo para a pilha no criado mudo, que são os livros que pretendo terminar de ler ainda este ano. Falarei sobre eles ainda neste post, mas antes uma pequena conversa com minha mãe.

Minha mãe viu quando o carteiro chegou e perguntou se eu havia comprado mais um livro igual a todos de Jane Austen que já tenho. Aqui abro um parentese: já comprei para ela todos os livros de Georgette Heyer que foram traduzidos no Brasil como uma espécie de suborno de modo que ela não cobre minhas compras de livros. Expliquei para ela que não, não havia comprado mais um livro igual, mas um que era inspirado em Orgulho e preconceito, recontando a história sob o ponto de vista de Mr. Darcy.

Ela, que está terminando o último da Georgette, me disse que queria ler, pois lembrava de ter lido Orgulho e preconceito e lembrava principalmente do Darcy (acentuando a última sílaba como tônica) e afinal temos um primo Darci!

Não sei quando lerei o diário de Darcy, mas foi uma alegria ver o interesse de minha mãe por mais uma leitura. Muito obrigada, Chirlei!

ONDE COMPRAR: O diário de Mr. Darcy, Pedrazul Editora

Mr. Darcy e muitos livros

Sobre os livros na pilha de leitura, de baixo para cima:

  • The Raj Quartet: vi a série no Netflix, gostei muito e lá pelas tantas mencionaram Jane Austen. Foi a desculpa que precisava para comprar. Já capturei tela da série e estou lendo devagar para ver se encontro no livro.
  • Can You Forguive Her: é o primeiro da serie The Pallisers, de Anthony Trollope. Também assisti a série de 1974 e me apaixonei perdidamente. Leitura por puro prazer, mas ainda muito no início.
  • Emma: nem preciso explicar, não é mesmo?
  • Uma memória de Jane Austen: é livro que levo para lugares que talvez seja preciso esperar muito e desse modo não desperdiço meu precioso tempo. Tem o peso e o tamanho ideal.
  • Juvenília: ainda faltam alguns contos de Jane. Pego quando estou cansada do Raj Quartet (leio deitada).
  • Mansfield Park: preciso ler o prefácio a apresentação para confirmar uma comparação para fazer um post.
  • Orgulho e preconceito: uma leitura comparada entre os dois exemplares. Não sei de darei conta este ano.
  • Rebecca (em inglês e português) e A sucessora: já li e reli e estou obcecada com a semelhança/plágio – não consigo me decidir sobre esse assunto – e quero fazer notas. Outra tarefa que provavelmente não terminarei.

Views: 420

Artigos recomendados

16 comentários

  1. Raquel!
    Você me lembra eu mesma! rsrsrsrs
    Também tenho no meu criado mudo uma pilha de livros que não consigo me afastar!
    Os autores são Jane Austen e suas sequências, ainda não tenho todas em papel, algumas em ebooks, pois são mais baratas e rápidas de adquirir!
    Li Mr Darcy’s diary e agora estou lendo a tradução da editora Pedra Azul, que me presentei de aniversário(rss)e estou gostando muito!!!!!
    Recomendo a todos!
    Grata Raquel por mais dicas preciosas!Vou procurar alguns!
    bj

    1. Sim!!!Estou adorando lê-lo! Mostra bem a luta interior que ele sentiu ao se apaixonar por uma mulher pobre mas, muito inteligente, perspicaz e com belos olhos, (alter ego de Jane)?
      Creio que sim, Elizabeth encarna a própria Jane, e você o que acha Raquel?
      bjs
      PS: estou procurando The Raj Quartet desesperadamente! rsrsrsrsr

      1. Felicia,
        tente a Estante Virtual para o Raj Quartet.

  2. Raquel, fiquei com vontade de te dar Oi!
    Leio vc há anos, já conversamos via comentários no passado. Mudei de país e passei um bom tempo longe da Jane Austen. Mas nesse verão comecei a ler Sandition, finalizado By another lady, e que saudades que me deu de Austen. Lê-la é como voltar para casa. Obrigada por manter esse site tão interessante para nós. E já que vc compartilhou sua lista, eu estou lendo Cranford da Elizabeth Gaskell, que delícia de leitura! Nunca li Georgette Heyer, vc saberia me dizer por qual começar ?
    Enfim Raquel, Oi! 🙂

    1. Caroline,
      a vida via mudando aos poucos e quando nos damos conta passaram-se os anos. É muito retornar a conversa, seja bem-vinda novamente!
      Tenho comigo o livro Sanditon by another Lady e ainda não li. Depois me conte o que achou.
      Eu comecei a ler Cranford que tenho muma edição muito lindinha, mas não consegui terminar. Acho que me confundi com a minissérie e tudo me pareceu muito estranho.
      Li apenas um livro de Georgette. Minha mãe estava no hospital e sem ânimo de ler, então passei a ler em voz alta e comentar. Acabamos rindo um bocadoe o título foi a Viúva indecisa. Mas a fã confessa da autora é minha mãe que já leu e releu A grande Sophia.
      Oi, pra você também! um abraço

  3. Adorei esse post! Acho super legal quando você compartilha suas leituras/impressões pessoais.

    Tenho curiosidade em ler Georgette Heyer. E também “A sucessora”. Tenho muita vontade de saber se a teoria de plágio procede. A ideia realmente parece uma cópia, mas a questão é o desenvolvimento.

    “O diário de Mr. Darcy” e “Uma memória de Jane Austen” estão na minha lista. Quem sabe até o final do ano…

    Beijos, Raquel!

    P.S.: Você tem uma conta no Skoob ou Goodreads?

    1. Rebeca,
      sobre A sucessora e Rebecca, concordo com você, a questão é o desenvolvimento. Pretendo escrever sobre essse assunto em outro blog mas avisarie quando fizer isso, acho que rende muita conversa.
      PS: Não tenho conta em nenhum deles.

  4. Então Raquel, se a sua mãe diz, a Grande Sophia será. hahaha Volto para contar oq achei.

    Sobre Cranford, eu adorei (terminei ontem a noite!) É engraçado e os personagens são todos muito interessantes. Coloque mais esse na sua pilha de livros. 🙂

    O Sanditon by another lady, eu comecei e deixei de lado quando acabaram os capitulos escritos pela Jane Austen, mas um ano depois, decidi tentar de novo, e embora não seja tão sagaz quando Austen, é uma comédia leve, com uma heroína meio antítese da Catherine Morland. Eu gostei bastante.

    1. Caroline,
      contei para minha mãe. Ela aprovou!
      Cranford está na prateleira mas um dia retorno.

  5. Já li o Diário de Mr.Darcy, ou melhor, devorei. Não o larguei. Gostei muito. A autora se aproximou o espírito de Jane Austen (no sentido literário!). Vale muito a pena lê-lo. E a Editora Pedra Azul é muito competente em seu trabalho.

  6. Da Georgette já li A ovelha negra,que foi uma leitura muito divertida!
    Tenho muita curiosidade sobre o livro “A sucessora” ,o que achou da leitura dele Raquel?

    1. Fernanda,
      vou contar para minha mãe que tem outra leitora de Georgette aqui no Jane Austen!

Deixe uma resposta