web analytics
LIVROS JANE AUSTEN,  Mansfield Park,  Persuasão

Jane Austen também consola os brutos

Já mencionei aqui no blog para os admiradores de Matthew Macfadyen a série inglesa Spooks que tem no elenco atores que atuaram em filmes de Jane Austen.

Pois bem, estou assistindo a quarta temporada e Macfadyen já saiu de cena e em seu lugar entrou Rupert Penry-Jones,  nosso capitão Wentworth de 2007, como o espião principal. O rapaz é um charme, como seria de se esperar, mas não exita em atirar e dar cabo aos malvados sem maiores problemas de consciência.

O personagem de Rupert, que se chama Adam Carter, é casado com outra espiã, Fiona, que acaba sendo morta. A partir desse momento ele é pressionado a se internar voluntariamente em uma clínica psiquiatra de modo que possa se recuperar do trauma da perda da esposa, o que ocorre na quarta temporada, no oitavo episódio, chamado The Russian.

Muito a contragosto ele vai para clínica e quando chega lá pedem que entregue laptop, celular e tudo que possa servir de contato com o mundo exterior. Ele começa retirar tudo que levou em sua mochila e um dos itens é um exemplar de Mansfield Park. A psiquiatra pergunta:

— Gosta de Jane Austen?

E ele resmunga:

— Sim, ela percebe as coisas.

Acredito que a escolha de Mansfield Park foi perfeita para consolar Adam Carter. O que vocês acham?

PS: Robert Glenister, o capitão Harville, de Persuasão 1995 também está nesse episódio.

 

 

Facebook Comments Box

14 Comentários

  • Victoria Catarina

    Só gostaria de saber onde ele comprou essa pérola, porque sempre que vou comprar livros, o único da Jane Austen que não encontro é esse. Rupert, dá uma dica ? 😀

  • Marina

    Bem,na verdade eu acredito que a tv, o cinema, o teatro e qualquer outra arte inlgesa sempre cultuará seus grandes nomes literários! E Adam Carter tem razão, Jane Austen “percebe as coisas”, ela dá sensibilidade a todo aquele questionamento existencial humano (amor, amizade, éitca, moral…), o que muitas vezes, tendenmos a querer decifrar de forma unicamente racional (impossível). E no mundo brutal e caótico de Spooks, umas doses de Mansfield Park vão bem, uma pena que tiram o livro dele.

    • Raquel Sallaberry

      Marina,

      eu fiquei na dúvida se o livro havia sido tirado dele ou não.

  • Victoria Catarina

    Agradeço pela dica Raquel, mas eu não posso comprar pela internet e na minha cidade só tem a Nobel. Mas na próxima vez que for à Cultura, vou ficar atenta a isso. Obrigada !

  • Fernanda Huguenin

    Eu simplesmente adoro quando filmes ou séries de tv, fazem
    citações e homenagens dos meus autores prediletos!

    E Victoria, ou você compra o Mansfield Park em algum
    site,ou espera a Penguin-Companhia lançar a edição traduzida,rs,mas correrá o risco de não ser com a mesma capa,kk.

  • Fernanda Huguenin

    Eu adoro quando meus autores prediletos são citados e
    homenageados em filmes ou séries de tv, afinal, acaba despertando curiosidade no telespectador,que pode procurar saber mais sobre a obra.

    E Victoria,ou você tenta comprar Mansfield Park em sites, ou pode esperar a Penguin-Companhia lançar a edição traduzida, porém você pode
    correr o risco da capa não ser a mesma da versão em inglês,rs.

  • Aline Tavares

    Concordo, a Jane realmente percebe as coisas. Vou falar isso com a minha mãe, ela nunca entende porque eu sempre estou com um livro da Jane Austen à mão, principalmente agora que ganhei no sorteio Emma e Razão e Sentimento. Quanto a série, vou ver se assisto, adoro tudo ligado a espionagem.

  • Estephania

    E prepare-se! na setima temporada entra em cena cena o querido Richard Armitage, o melhor Mr. Thornton de todos os tempos… Amo nossa Miss Austen, mas a Elizabeth Gaskell e seu lindo North and South não saem da minha cabeceira.

    • Raquel Sallaberry

      Estephania,

      já iniciei a temporada com Mr. Armitage e confesso que ainda estou preferindo Penry-Jones. Veremos…