web analytics

Quando assisti partes da série Lark Rise to Candleford, produzida pela BBC, fiquei encantada com a atuação de Julia Sawalha que fez o papel Lydia Bennet em Orgulho e preconceito de 1995. Aliás, do pouco que consegui ver da série, todos os atores estão fantásticos. Outro detalhe pelo qual me apaixonei, principalmente no personagem de Julia – Dorcas Lane –, foi o figurino. Mas mesmo com todas essas qualidades não pretendia falar sobre a serie aqui no blog, pois não havia nenhuma ligação com Jane Austen, além da atriz.

Dorcas Lane

Julia Sawalha como Dorcas Lane | Imagem: BBC divulgação

Mas, e sempre há um mas nas minhas historietas, depois do advento da internet quando me encanto com alguma coisa fico pesquisando compulsivamente. E foi assim que descobri que a série foi baseada numa obra semi-autobiográfica da escritora inglesa, Flora Thompson. Flora Jane Timms  aos catorze anos saiu de seu vilarejo natal para trabalhar nos Correios onde ficou por mais de dez. Depois casou-se com John Thompson, também funcionário dos Correios, e em 1903 o casal mudou-se para Winton. Quando abriu a primeira biblioteca na cidade ela disse “pela primeira vez em minha vida tive acesso a uma boa biblioteca pública e entrei como um pato que deslizando na água e li quase tudo.” Para Flora a biblioteca de Winton foi sua “Alma Mater”, sua universidade.

Flora Thompson

Flora Jane Thompson | Imagem:  John Owen Smith

Em 1910 Flora comprou uma máquina de escrever para datilografar as minutas das reuniões dos funcionários dos Correios para o marido. A partir dessa compra começou a escrever seus próprios textos e 1911 ela ganhou uma competição no “The Ladies Companion” com um ensaio de trezentas palavras sobre Jane Austen!

Laura Timmins

Olivia Hallinan como Laura Timmins | Imagem: BBC divulgação

Fiquei encantada com a descoberta e comprei o livro Lark Rise to Candleford. E, claro, desatinei a procurar o tal ensaio de trezentas palavras para então escrever sobre o assunto. Tive dois resultados. Primeiro, não achei nada, nadica de nada, do ensaio de Flora sobre Jane. Segundo, comecei a ler o livro e a me perder com o vocabulário… Quando cheguei nas canções, larguei. (Viu, Enzo Potel?) Tenho sérios problemas com versos em inglês.

Não vou desistir de procurar o ensaio, quem sabe um dia encontro … Quanto ao livro, vai ficando aos cuidados de Fanny “Faniquita” Price.

ATUALIZAÇÃO SETEMBRO 2022

Tradução do texto que foi publicado no The Ladies Companion em 25 de fevereiro de 1911.

O segundo concurso para o melhor ensaio sobre Jane Austen produziu muitos trabalhos interessantes, e em particular o de Flora Thompson, a vencedora de Grayshott Cottage, Winton, Bournemouth, cujo ensaio transcrevo a maior parte, pois estou certo de que outros concorrentes gostariam de ler o ensaio premiado.

O Ensaio

Antes de Jane Austen começar a escrever, os romancistas de sua época dependiam do enredo envolvente, do incidente sensacional e da influência do alcance da coincidência; portanto, quando essas histórias calmas e delicadas apareceram, lidando com pessoas e eventos cotidianos, o público em geral não reconheceu imediatamente sua genialidade ou apreciou o sarcasmo gentil que brinca em torno de seus personagens. É verdade que seu gênio foi imediatamente reconhecido por alguns dos maiores homens e mulheres de seu tempo, Sir Walter Scott admirava muito seu trabalho, assim como Sydney Smith, a condessa de Morley e, estranho dizer, o príncipe regente. Ela encontrou, de fato, seu próprio público de admiradores dedicados, mas era na época como hoje se diz  como “dar pérolas aos porcos”…

Jane Austen comparou-se a um pintor de marfim, e o prazer de seu trabalho é algo como a posse de uma requintada miniatura.

…Aqueles que apreciam sua arte consideram nenhum elogio é elevado o suficiente, e há aqueles que simplesmente se perguntam como alguém pode percorrer as páginas enfadonhas e maçantes, pois ninguém ama Jane Austen moderadamente.

Lark Rise to Candleford

Views: 520

Artigos recomendados

14 comentários

    1. Luiz Henrique,
      muito obrigada! Quando chegar em casa vou seguir esse link.
      Você assistiu alguma parte da série da BBC?
      PS: Pretendo, mais adiante, retomar o livro.

  1. Raquel eu amo esta série! Uma pena que já terminou, eu assisti todos os episódios com a minha mãe e ela até hoje lamenta que não tem mais rs. A Julia está maravilhosa e tem vários atores bons, como o Bates de Downton Abbey. Assista, é daquelas séries para assistir e relaxar, levinhas e fofas.

  2. Ah, eu também abandonei no começo… mas não é um livro que eu pretendo me desfazer, eu tava achando a escrita da Flora muito boa. É que ando meio saturado de livros em inglês. bjones!

  3. Muito interessante! A editora Pedrazul, publicou tem um tempo na fanpage dela, que
    tem planos de traduzir a obra! Agora é só esperar uma notícia sobre uma possível data de lançamento. 🙂

Deixe uma resposta