web analytics

Ontem, quando lia os comentários sobre a disputa Jane Austen versus George Eliot no blog de Milton Ribeiro, conheci Nikelen Witter, grande admiradora de Jane Austen. Acabamos conversando e perguntei se por acaso já havia escrito algo sobre Jane e/ou seus livros. A resposta foi positiva e com a autorização de Nikelen transcrevo um trecho de seu artigo sobre os órfãos em Emma, tema que parece secundário mas é vital no destino dos personagens.

Revisitando Emma, acabei relembrando temas que já me são comuns na leitura da autora inglesa. Seu fiel retrato do cotidiano minúsculo dos homens e mulheres do interior. Seu bem elaborado mapa da complexa escala social em que vivia a gentry – pequena nobreza – na Inglaterra da virada do século XVIII para o XIX. Seu tom debochado sobre as pequenezas dos homens e mulheres daquele mundo, temperados com uma compaixão que nos faz amar seus personagens, mesmo quando os odiamos.
Porém, Emma é também um livro sobre órfãos.
Leiam o artigo completo no site Sul21: “O lugar das mães”.

As imagens são série da BBC de 2009, que mostra com clareza os pequenos órfãos.

Visits: 66

Artigos recomendados

2 comentários

    1. Nikelen,

      eu é que agradeço a permissão para publicar. É sempre um prazer descobrir mais e mais em Jane Austen e se por ventura escrever algum outro texto sobre a autora, por favor me avise, para dar pelo menos uma nota aqui no blog. Mesmo assinando feeds, seguindo em twitter e facebook, não dou conta de ler tudo e muito me escapa. Obrigada, raquel

Comentários estão encerrado.