web analytics
Emma,  LIVROS

Emma e seus admiradores

Os dois exemplares de Emma, que serão digitalizados pelo Goucher College, sairam num artigo sobre seus três proprietários: a condessa de Dalhousie, o poeta e soldado Siegfried Sassoon e Alberta H. Burke.

Não se sabe como a condessa de Dalhousie adquiriu a edição americana e o mais provável é que tenha sido nas suas viagens para o Canadá, quando o marido era Goverandor da América do Norte Britânica. Mais mais tarde foram para a Índia e a condessa, que tinha grande interesse por botânica e também escrevia artigos científicos sobre o assunto, enviou muitas sementes para a Escócia, sendo que um arbusto tropical que foi nomeado em sua honra.

O segundo proprietário foi Siegfried Sassoon, um dos principais poetas da Primeira Guerra Mundial e criatura um tanto excêntrica. Suas biografias contam que ele, em 1917, capturou sozinho uma trincheira jogando uma granada e dispersando 50 alemães. Ato heróico feito, em vez de chamar reforços, sentou na trincheira e começou a ler poesia. Em 1941 quando se desfez de Emma, escreveu para o vendedor, Percy Muir:

Emma retorna para você num gorgeio de excitação por voltar a Califórnia. Ela tem certeza que o senhor F. Hogan [o comprador] é um homem muito, embora ela tenha a intenção de ser um tanto afiada com ele, até conhecê-lo melhor.

Alberta Burke, a última proprietária, foi grande apaixonada e colecionadora da obra de Jane Austen na América e foi quem doou a edição de Emma para o Goucher College. Para vocês terem uma idéia da importância de Alberta recomendo uma série de posts que escrevi sobre seu acervo: “Coleção Jane Austen – Goucher College

Em 1948 Alberta escreu para Muir, que pelo visto levou um bom tempo para vender a edição que havia comprado de Sassoon:

O pacote chegou ontem e passei um dia emocionante e delicioso, cotejando as cartas e olhando meus novos tesouros. Tive um dia maravilhoso apenas manuseando e acariciando [palavra riscada aqui] e me regozijando com minhas novas aquisições.

Creio que as descrições da chegada de livros, feitas por Alberta Burke, é a mesma que sentimos quando chegam nossos livros! Por esse motivo preferi intitular o post como admiradores e não como proprietários de Emma. Me pareceu mais amoroso.

Emma e seus admiradores por Rebecca Green

Ilustração de Rebecca Green para o artigo do Baltimore Sun

2 Comentários

  • felicia

    Obrigada Raquel pela gentileza de dividir conosco essas preciosidades!
    Você é uma amiga querida! Sabe exatamente o que sentimos quando temos em mãos algo sobre Jane Austen! Que ela possa te abençoar do lugar onde está!
    bjs

    • Raquel Sallaberry Brião

      Felicia,
      é um prazer dividir com vocês um bocadinho de Jane Austen a cada post!