Categoria: Razão e sentimento Razão e sensibilidade

Sense and Sensibility

Eduardo Wolf e Jane Austen

O professor de filosofia, Eduardo Wolf, editor e colunista no O Estado da Arte do jornal Estado de São Paulo, ministrará o curso “Filosofia e Literatura: A Vida como Ficção – Austen, Flaubert e Henry James”, onde apresentará “três grandes obras e autores que souberam fazer da ficção um grande veículo para algumas das melhores e mais sofisticadas reflexões sobre o caráter humano. Os encontros examinam como as emoções, experiências, a educação e o pensamento de grandes personagens literários expõem as complexidades de uma vida ética e servem como guias na busca de uma vida moralmente boa.”

O curso terá lugar na Casa do Saber, em São Paulo, e iniciará com Jane Austen nas datas abaixo:

09/01 “Nem lá, nem cá: as vias possíveis rumo à felicidade”
Razão e Sensibilidade, de Jane Austen
10/01 “As paixões e o conhecimento de si (e como não se perder neste processo)”
A Educação Sentimental, de Gustave Flaubert
11/01 “As entrelinhas do mundo: uma vida a ser descoberta entre egos”
Os Embaixadores, de Henry James

Apreciei muito a escolha de Razão e sensibilidade, e pelo título da palestra, “Nem lá, nem cá: as vias possíveis rumo à felicidade”, tudo indica que Elinor se destacará. Infelizmente não estarei em São Paulo nessa data e se alguém comparecer e quiser nos contar quais foram suas impressões, agradeço.

Para maiores detalhes, como preço e horários neste link.

Eduardo Wolf
Eduardo Wolf

Personagens de Orgulho e paixão

As personagens de Orgulho e paixão, próxima novela da Globo que estreará em março, já tem definido os atores nos papeis principais. Em sua coluna diária Patricia Kogut faz uma comparação dos atores da novela com os que viveram as mesmas personagens em filmes.

Como já escrevi aqui no blog a trama principal é inspirada em Orgulho e preconceito mas foram acrescentados personagens de outros romances de Jane Austen, a saber, Emma, Razão e sensibilidade, A abadia de Northanger e Lady Susan.

Com as fotos de divulgação ficou mais fácil entender alguns personagens. Começo com a família Bennet onde de fato tem uma modificação significativa mas a meu ver bem interessante. Das cinco irmãs duas foram substituidas por personagens de outros dois romance diferentes.

Mary e Kitty serão Marianne de Razão e sensibilidade e Catherine Morland da Abadia de Northanger. Imagino eu que terão a personalidade dos romances ao quais pertence originalmente. Lamento não termos Mary Bennet e suas carolices e filosofias, mas Kitty nunca teve muita relevância portanto a troca poderá ser uma boa pedida.

Personagens de Orgulho e Paixão: Catherine
Catherine, ou melhor Cecília – Anajú Dorigon
Personagens de Orgulho e Paixão: Marianne
Mariane – Chancelly Braz

O coronel Brandon para nossa romântica Marianne. Me pergunto, este personagem será do exército?

Personagens de Orgulho e Paixão: Coronel Brandon
Coronel Brandon – Malvino Salvador

O casal Bennet.

Personagens de Orgulho e Paixão: senhora Bennet
Senhora Bennet – Vera Holtz
Personagens de Orgulho e Paixão: senhor Bennet
Senhor Bennet – Tato Gabus Mendes

O casal principal, Elizabeth e Darcy.

Personagens de Orgulho e Paixão: Elizabeth ou melhor, Elizabeta
Elizabeth ou melhor, Elizabeta – Nathalia Dill
Personagens de Orgulho e Paixão: Darcy
Mr. Darcy – Thiago Lacerda

O casal de apaixonados, Jane e Bingley.

Personagens de Orgulho e Paixão: Jane
Jane – Pâmela Tomé
Personagens de Orgulho e Paixão: Bingley
Bingley, ou melhor Camilo – Maurício Destri

A espoleta Lydia Bennet! Não temos ainda o correspondente de Wickham…

Personagens de Orgulho e Paixão: Lydia
Lydia, melhor Lidia – Bruna Griphao

Saindo da família Bennet teremos Emma e Mr. Knightley.

Personagens de Orgulho e Paixão: Emma
Emma, Emma – Agatha Moreira
Personagens de Orgulho e Paixão: Mr. Knightley
Mr. Knightley, melhor Jorge – Murilo Rosa

E por último a esperta e dissimulada Lady Susan.

Personagens de Orgulho e Paixão: Lady Susan
Lady Susan, ou melhor Susana – Alessandra Negrini

Vamos ficar no aguardo os personagens de Orgulho e paixão secundários. Qual a primeira impressão de vocês com o elenco, as modificações e os acréscimos?

PS: Cadê nosso alegre Mr. Tilney?!

Coleção Reclam Jane Austen

A Coleção Reclam dos seis romances de Jane Austen traduzidos para a língua alemã não está na Biblioteca Jane Austen. Ainda não comprei.

As primeiras traduções de Jane Austen no Brasil | Pride and Possibilities 19

As primeiras traduções de Jane Austen no Brasil foram publicadas muito tempo depois de sua publicação na Inglaterra, para ser precisa, 129 anos depois. A primeiroa foi Orgulho e preconceito (Pride and Prejudice) feita pelo escritor Lúcio Cardoso e publicada em 1940 pela editora José Olympio.