web analytics
BIOGRAFIAS,  FILMES & SÉRIES,  MISCELÂNEA

Amor e inocência

  • Becoming Jane | Amor e inocência | UK | 2007
    Direção de Julian Jarrold
    Adaptação de Kevin Hood e Sarah Williams
  • Jane Austen: Anne Hathaway
    Cassandra Elizabeth Austen: Anna Maxwell Martin
    Tom Lefroy: James McAvoy
    Mrs. Austen: Julie Walters
    Rev. Austen: James Cromwell
    Henry Austen: Joe Anderson
    George Austen: Philip Culhane
  • IMDb
    Site oficial do filme Becoming Jane

Cassandra e Jane – imagem do filme

35 Comentários

  • Raquel

    Bia e Carolina
    pelo que li na internet o filme estréia neste mês de setembro, pelo menos em São Paulo. Mas vocês sabem que às vezes as distribuidoras mudam de idéia!

  • Raquel

    Nique
    por algum motivo que não entendi não consegui publicar seu comentário. Tentei de várias maneiras mas nada! Coisas da internet…
    Também não gostei do título que colocaram no filme Becoming Jane!

  • Angélica

    Eu também não gostei da tradução do título do filme. Fico me perguntando como é que eles podem colocar um título tão diferente do original? Enquanto não o vejo, mesmo já sabendo do que se trata, fico sem entender o porquê de “Amor e inocência”, entre tantas outras traduções que poderiam ser dadas.

  • Raquel

    Angélica
    eu entendo que “Tornando-se Jane” ficaria muito estranho, mas certamente poderiam achar algo melhor do que amor e inocência…

  • R.Vinicius

    Sou adepto de sempre se seguir a linha original, por mais estranho ou distinto que seja, pois há uma razão por trás e há o parecer do criador. Nesse caso em particular eu vejo um porém: É um drama biográfico. Por esse aspecto eu não sou a favor do nome original e nem da tradução, pois compreendendo que a história é muito particular. Por ser uma história muito particular, creio que o nome ideal seria – Jane Austen ou Mrs. Jane .. algo que carrega-se o ar particular da biográfia desta escritora, que aproveito o momento para dizer – É a minha escritora favorita.
    Aguardo ansioso pelo filme que tem estreia para o dia 26.09.2008.

    R.Vinicius.

  • blanka

    SP.04.10.08,
    Pessoal,
    O filme “Becaming Jane”, passou no canal HBO hoje às 21h00.
    Até mais,
    Blanka

  • Bianca

    o filme “becoming jane” está na programação da hbo. eu mesma acabei de vê-lo. é interessante, mas eu esperava que fosse melhor.

  • Francine

    Olá, eu assisti ontem a noite, baixei da internet e hoje assisti duas vezes, excelente!!!

  • Francine

    Este filme não representa a historia de Jane Austen??? Alguem pode me explicar por quê?

  • Raquel

    Olá, Francine
    Sabe-se muito pouco da vida de Jane Austen. As pessoas daquela época, principalmente pessoas mais educadas eram muito reservadas e para completar a irmã, Cassandra, queimou boa parte da correspondência entre elas.
    Este filme não é a biografia de Jane pois personagens importantes na trama como Lady Gresham, Mr. Wisley, Mr. Waren não existiram, descaracterizando assim a possibilidade de ser uma biografia, independente dos irmãos e primos serem personagens históricos.

  • Francine

    Bom dia Raquel! Pois li algo sobre o romance dela com o Tom Lefroy, este relacionamento existiu não? Você sabe de algo?

  • Raquel

    Olá, Francine
    Tom Lefroy existiu, mas não há prova alguma que tenha passado de um flerte, o relacionamento dele com Jane.

  • Ana loureiro

    Querida, encontrei hoje o seu site, e fiquei muito feliz, eu e minha mãe somos apaixonadas pelos romances de Jane Austen.
    Sobre o filme, a primeira vez que eu vi , passei 20 mim chorando depois que o filme acabou. Apesar de saber que a vida da nossa Jane não foi exatamente daquela maneira, gostei muito da adaptação.
    Sobre o nome, eu não entendo o que acontece no Brasil . Acho que ele trocam os nomes dos filmes de forma totalmente irresponsável.
    Ana

  • Raquel

    Ana,
    seja bem-vinda ao Jane Austen em português!
    De fato, às vezes escolhem cada título para os filmes…

  • Selma

    Ana Loureiro, ontem assiste ao filme e chorei tanto também, que meu peito doia !! Beijos

  • Lia

    estou querendo alugar esse filme, mas pelo que pude ler os comentários, o filme nao trata especeficamente de Jane. E além disso é triste, nao sou muito adepta a filmes assim, e será mesmo q a vida de Jane teria esse fim(no qual ainda nao assisti) triste?? Outra pergunta, vale a pena ver?? ou se nao assistir não trará nada de importante.
    ps: como vcs me apaixonei pelos romances dela, mais precisamente de Pride and Prejudice…

  • Lia

    outra pergunta, um dia desses estava num blog(que nao lembro qual é) e vi algumas versões de Pride, e uma delas a capa era nao era de época(ou seja, nao era filme de época) e que me lembro bem nao era o filme de Bollywood(Noiva e Preconceito) era outro, como vi rapido, isso ficou na minha cabeça, e agora queria saber qual é, se é q eu vi bem né….
    se puderes ajudar, ficaria muito feliz!!!
    esse blog é muito bom, obrigada!!

  • Lia

    Acho que é sim! só pode ser!!hehehe…muito obrigada! vou pesquisar mais sobre esse filme…

  • Jaqueline

    Gostei do filme, principalmente pela atuação de James McAvoy – que tem se firmado como um dos atores mais charmosos e competentes dos últimos tempos (vide suas ótimas atuações em O Último Rei da Escócia e Desejo e Reparação).
    Pelo o que se lê da correspondência trocada entre Jane e sua irmã Cassandra, não é possível concluir se tratava-se de uma paixonite juvenil de ocasião ou de um verdadeiro amor interrompido pelas convenções da época. De qualquer forma, o que quer que tenha se passado entre os dois deve ter sido muito mais sutil e contido do que o mostrado no filme.
    Me irrita um pouco esse costume que Hollywood tem de fantasiar sobre personagens históricos. Se não há provas do romance entre Jane e Tom, deveriam ter feito um filme mais sutil ou usado a imaginação fértil com algum personagem fictício.

    • Raquel

      Jaqueline,
      eu concordo inteiramente com você que seria possível fazer um filme mais sutil mesmo com elementos de ficção.

  • Aline

    Hoje aluguei esse filme. Mas ainda não tive coragem de assistir, só coloquei o DVD para ver os extras e parece que o diretor e os demais fizeram o filme com muita seriedade.
    Pesquisaram, leram as obras e biografias de Austen e os atores faziam alguns comentários das cenas, etc.

    Eu gostei principalmente das escolhas para os atores que fariam Jane Austen e Tom Lefroy, não sei por que, mas eles realmente passam uma imagem quase “real” de como seria Jane e Tom!
    Eu adorei.

    Como ainda não vi o filme, então não irei falar se vou gostar, mas vi alguns videos e achei que pecou um pouco com o romance. Acho que naquela época não era possivél uma moça como Jane se entregar daquele jeito a uma paixão, eles simplesmente se agarravam de qualquer jeito. O.O

    Mas o filme parece bem feito!
    Tirando o titulo, claro.

    Bjs e parabéns pelo blog!

  • Aline

    Será que é errado ter ficado em meio termo?

    Porque foi assim que eu me senti com o filme, que agora posso comentar com razão.
    Eu gostei, admito, gostei da visão da estória e etc, mas fiquei muito chatiada com algumas coisas. Acho que poderia sair algo melhor.

    Tom Lefroy saiu um rapaz inteligente, e o James foi tão charmoso. Mas eu não gostei de como o Tom se comportava, não que não existisse aquilo naquele tempo, só que ele seria um JUÍZ, acho que não tinha tanta liberdade assim.

    Mas foi engraçado as cenas das briguinhas entre ele e Jane, o que acho que não aconteceu nunca,mas…

    E a Anne, como Jane Austen, me agradou na imagem, mas parecia que muitas vezes ela estava sem ar na interpretação, ou sem saber o que fazer. Ela não foi bem no final.
    E deram muita pouca importância para alguns personagens, para mim pelo menos.

    E o “teor sexual” nele foi realmente visivel, acho que tentando passar humor, mas quando minha mãe viu o começo do filme comigo ela quase que não me deixa ver.

    Então “Amor e Inocência” foi um filme razoavél.

    Uma pena.

    Bjs e parabéns pelo blog!

    (Mas o fim eu achei a coisa mais linda do mundo *0*)

    • Raquel

      Aline,
      obrigada! Este filme não é dos meus prediletos mas há partes nele que gosto bastante.

  • Aline

    Ah é, será que vc poderia me indicar algum site que venda o DVD do O&P de 1995?

    Eu realmente estou me coçando de curiosidade porque o seu blog havia dado boas criticas dele e minha mãe, que assitiu, tmb comentou que com ele é que começou a ler o livro.

    Uma pena que foi nesse ano que nasci, mas um filme/série com o Colin sempre deve ser interessante!
    Só espero que minha mãe não dê ataques aqui ¬¬

    De qualquer jeito, obrigada antecipadamente Raquel!

    Bjs e parabéns pelo site!

    • Raquel

      Aline,
      comprei meu Orgulho e preconceito de 1995, com legendas em português e inglês na livraria Cultura. E por que sua mãe teria ataques? risos

  • Aline

    Adivinha ¬¬

    Mas acho mais fácil ela ter um ataque mesmo é com a versão de 80 que ela assistiu com 11 ou 12 anos, pena e ao mesmo tempo sorte que é dificil encontrar essa versão.

    Será que sou fria demais falando desse jeito? o.õ

  • Ubiraneila

    Prezadas,

    Estou crescentemente apaixonada por Jane Austen. Ontem, assisti Amor e Inocência… Acho que Jane nos acostumou mal, pois esperava um final feliz no amor. Consola-me saber que se trata de misto de biografia e ficção.

    Bom encontrar vocês aqui para compartilhar o meu encantamento por Jane Austen.
    Mais uma vez obrigada Raquel!

    Ubiraneila Capinan