A felicidade de Anne Elliot

A felicidade de Anne Elliot é visível.

Ela ainda não sabe que o Capitão Wentworth está livre, mas está feliz. Ela percebeu as pequenas atenções do Capitão, os olhares do primo, Mr. Elliot, e deu-se conta que sua vida está mudando.

Na versão 1995 de Persuasão Amanda Root nos mostra como aquela Anne do início do filme, triste e apagada, tornou-se senhora de si e conseqüentemente, linda!

Desde a primeira vez que assisti essa versão adorei os brincos coral que Anne usa em várias ocasiões. O brinco que fiz não é exatamente igual mas é uma homenagem de coração e me deixou feliz também!

A felicidade de Anne Elliot

A felicidade de Anne Elliot

12 comentários sobre “A felicidade de Anne Elliot

    • Raquel disse:

      Natallie,

      muito obrigada pelos selinhos do Jane Austen em Português e da Biblioteca Jane Austen!

  1. Na disse:

    Que lindo! Vou pedir de aniversário!
    Mandei outro comentário, mas não sei se foi…

  2. Aline disse:

    gostaria de parabenizar pelo blog, um deleite para quem gosta da obra da Jane Austen. No momento estou lendo Persuasão e me perguntando porque ela não é tão conhecida como as outras. Mesmo sem terminar de ler ela já disputa com Orgulho e Preconceito o lugar de meu livro preferido.

  3. Ana Lucia disse:

    Realmente é muito interessante ver essa transformação na fisionomia e na atitude postural da atriz no filme. Um dos que mais gosto. Talvez porque mostre um amor mais maduro, duradouro. Mas também muito sensível nos pequenos detalhes, como o rubor na face de Anne, o brilho no olhar do capitão Wenthworth.

    • Raquel disse:

      Ana Lucia,

      tendo visto essa versão e atuação o filme de 2007 fica tão fraquinho. Tem suas partes bonitas, mas…

  4. Ana Lucia disse:

    Realmente, Raquel. Apesar dos atores serem mais velhos que os personagens nesta versão mais antiga, eles são intérpretes muito superiores. Em tempo, os brinquinhos são muito lindos mesmo.

Os comentários estão desativados.